Shared posts

27 Jul 04:49

As a single guy… #9gag



As a single guy… #9gag

25 Jul 01:19

nudityandnerdery: pixelkitties: So the Fifty Shades of Gray...

















nudityandnerdery:

pixelkitties:

So the Fifty Shades of Gray Grey trailer is out…

Isn’t Fifty Shades of Neigh the Bad Horse origin story?

31 Jul 17:11

Girinos são encontrados em caixa d’água imunda de escola municipal

by Redação
Lori

#girino

Uma equipe da prefeitura de Ouro Fino, no Sul do Estado, encontrou vários girinos nadando na caixa d’água da Escola Municipal Procópio José Ferreira, em uma vistoria realizada nesta semana na instituição.

Os animais só foram descobertos porque foi necessário abrir a tampa do reservatório, para descobrir o motivo das constantes interrupções no abastecimento de água na escola. Além dos animais, havia muita sujeira no local.

Foto: Reprodução/EPTV

Foto: Reprodução/EPTV

Os alunos foram liberados após a constatação do problema, mas as aulas já retomadas com a limpeza da caixa d’água. A prefeitura da cidade informou que vai apurar o caso.

The post Girinos são encontrados em caixa d’água imunda de escola municipal appeared first on Bhaz.

25 Jul 03:06

isei-silva: sweet-bitsy: lampsarepeopletoo: punsicle: hurdygu...



isei-silva:

sweet-bitsy:

lampsarepeopletoo:

punsicle:

hurdygurdygirl:

This is how I’d play chess

I HAVE NEVER LOVED A VIDEO SO DEARLY

HOLY SH*T

Isn’t this how everyone plays

This is exactly how you play

31 Jul 11:54

Você precisa acenar, Carlos!

by Zanfa

Acene para os humanos!

urso (2)

Assim Carlos, veja!

urso (1)

 

13 Jul 14:00

Sunday Fun: Beyond the Gender Binary

by Lisa Wade, PhD

Thanks to Holly Robin at The Robin Head for this great comic on our obsession with a gender binary. Click over to read the whole thing or enjoy these two excerpted panels:

1 (2)1 (2) - Copy

Lisa Wade is a professor of sociology at Occidental College and the co-author of Gender: Ideas, Interactions, Institutions. You can follow her on Twitter and Facebook.

(View original at http://thesocietypages.org/socimages)

22 Jul 13:48

Photo



30 Jul 14:01

Photo





















31 Jul 01:01

mimimi da copa

by Patricia C.
Demorei para postar, pois precisava antes escrever sobre a copa e tudo que ela movimentou em mim.

Gosto de acreditar que na teoria dos universos paralelos, em algum deles, o Brasil conseguiu ganhar em casa. Serei bem sincera. O fator humilhação, para mim, é o de menos. Foi sim a maior humilhação em copas, mas esse não é o meu ponto. O ponto é o fantasma precisando ser exorcizado desde 50. Há gente que não quer outra copa nunca mais no Brasil. Eu quero 100. Até fazer esse fantasma subir e ir embora das nossas vidas. Galvão disse no tetra em 94 que o Brasil estava exorcizando o último fantasma que restava, a cobrança dos pênaltis. Eu discordo. O último fantasma é ganhar em casa. E mais uma vez não conseguimos. Há quem procure culpados, está cheio de textos por aí, não defendo e não condeno nenhum dos nomes citados. Minha única defesa vai pro Barbosa, que merecia esse título mais do que qualquer um de nós. Gosto de pensar que, em outro universo, ele foi feliz conquistando o primeiro campeonato em 50, jamais tendo escutado a palavra Maracanazo e, quiçá, com outro termo inventado El Maracanón donde solamente gana cabrón de Brasil.

As pessoas não fazem ideia, né? Do que era aquele momento para o Brasil. Li resenhas aos montes dizendo como o 7x1 foi pior. E apenas o meu minuto de silêncio para quem, além de desconhecer a história do futebol, desconhece a história do Brasil. A primeira efervescência do orgulho negro está intimamente ligada a dois fatores: o candomblé e o samba. O percurso foi longo até conseguirem o respeito da elite branca, até, por exemplo, Heitor Villa-Lobos chamar o quarteto de ouro - Cartola, Donga, João da Baiana e Pixinguinha - para cantar para outro maestro famoso que agora não sei o nome. Era não só a elite branca olhando para o negro pela primeira vez sem desdém, como também era para o negro uma afirmação da sua importância. O Brasil e principalmente o Rio de Janeiro borbulhavam em 50 numa expectativa de ser a nova França/Paris. A confiança naquele time era absurda. E veio o revés, 2 x 1 Uruguai e o nosso bode expiatório foi o goleiro Barbosa. Uma horrível teoria antiga voltou com toda força, a de que estávamos fadados ao fracasso por causa da miscigenação. Barbosa e Bigode, o responsável pela marcação do Varela, eram negros. De onze pessoas em campo, caiu sobre eles a responsabilidade da vergonha nacional.

Nelson Rodrigues, 8 anos mais tarde, escreveu a crônica "Complexo de vira latas". Foi escrita às vésperas do início da copa na Suécia e falava sobre a falta de motivação das pessoas com frases naipe "Brasil nem se classifica" etc. Era um sentimento de pessimismo em relação à seleção que viria se consagrar campeã pela primeira vez. E o Nelson vai discorrendo sobre como esse é um problema iniciado na derrota de 50. Como as pessoas acreditavam muito naquele título, não poderiam sofrer novamente, então o pessimismo acabava sendo uma válvula de escape. Não passava na cabeça do Nelson que ali ele tinha definido o estereótipo do brasileiro. "Somos uma merda, o estrangeiro é sempre melhor". Esse sentimento sintetizado no tumblr só no brazil. Iguais essas comparações que a gente vê hoje no facebook, Ronaldo Nazario (calado é um poeta - parte II) dizendo que a Alemanha tem 100 Nobel e o Brasil nenhum e essa é a verdadeira goleada. É um acinte, né? Esquece da nossa colonização durante 300 anos. Esquece todos os pormenores. É a mesma coisa se fizermos uma comparação entre ganhadores homens e mulheres ou ganhadores brancos e negros e daí tirarmos equivocadamente que a mulher e o negro são inferiores. Falta olhar para o fundo da nossa história. A maioria das pessoas só olha a nossa superfície. A copa de 50 foi muito pior porque definiu a identidade nacional. O vira lata complexado. Ninguém ergueu a cabeça depois dos 7x1, porque ninguém recuperou o orgulho depois de 50, nem com o título em 58, nem com as outras copas, nem sendo o maior campeão. Veja bem. Ainda estamos no topo e nos comportamos como ralé.

Aqui entra outra reflexão. Quando o futebol sai da elite e passa a ser de massa, ele traz a crítica imbecil da alienação do povo. O futebol passa a ser o principal responsável de todas as nossas mazelas. Chamam o povo de alienado, de massa de manobra. Tudo isso por causa do futebol (e do carnaval também, mas isso é papo pra outro post). Como se o futebol tivesse todo esse imenso poder, como se a alienação não fosse fruto da falta de incentivo ao pensamento plural. E quem trata a população dessa forma não percebe (ou será que percebe?) o quanto esse discurso é preconceituoso. Tachar o povo de ignorante e sem condições de pensar tem outro nome senão o preconceito? Quem desmerece o esporte, lhe tira a visão de cultura. Tira o mérito, não consegue enxergar.

Por isso as coisas para mim são mais amplas. Não me atenho aos vilões ou heróis, a esquemas táticos ou confederações corruptas. Vai me interessar sempre o sentimento, a marcação da identidade nacional. Somos o país com mais títulos e ainda sim cornetamos a nossa seleção há anos. Faz parte da nossa identidade. Nunca temos o melhor time, sempre temos perna de pau. Cornetamos não apenas na derrota, mas antes dela e até mesmo na vitória. A tristeza que fica nessa copa não é a humilhação dos 7x1, mas a oportunidade perdida para vingarmos Barbosa. A oportunidade perdida para curarmos essa ferida que nos foi herdada. A ferida de quem não conseguiu ganhar em casa.
19 Jul 23:04

Photo



30 Jul 15:39

arobynsong: WOOP THERE IT IS.









arobynsong:

WOOP THERE IT IS.

28 Jul 19:52

Photo









25 Jul 04:11

Photo









30 Jul 17:40

[poorlydrawnlines]

28 Jul 17:42

We can’t shut up.



We can’t shut up.

30 Jul 03:54

aaeds: yungvenuz: sixpenceee: Mayflys are a winged insect...













aaeds:

yungvenuz:

sixpenceee:

Mayflys are a winged insect that have a short lifespan. They mate in such a way that all of them mature in the exact same time. The will die out soon, but for the time being Wisconsin looks like something straight out of a horror movie. 

SOURCE

nnnnnnuh

That’s…not too far south of where I live. 

20 Jul 21:43

Synchronized waking up. [x]





Synchronized waking up. [x]

30 Jul 00:24

anendinmyself: thenamesjoe: what a strange dog  !!!!!!!!















anendinmyself:

thenamesjoe:

what a strange dog 

!!!!!!!!

30 Jul 00:28

bunnyfood: This guy.









bunnyfood:

This guy.

29 Jul 19:22

Mom Taxi XXXI: Global Tiger Day

by Brinke

FUR_8693_2-XLSomething tells me the little guy would rather sit in the seats in back, then “hanging out up front.” More on Global Tiger Day here. Another winner from The Furrtographer.


Filed under: Uncategorized Tagged: Mom Taxi, Tigers
29 Jul 22:15

I miss Eduard Khil so much I watched the whole thing



I miss Eduard Khil so much I watched the whole thing

28 Jul 16:46

Crow asks for water

29 Jul 13:38

Perguntas e Respostas para entender como os palestinos veem Israel

by Gustavo Chacra

1. Os árabes não aceitaram a criação de um Estado judaico em 1947 na ONU?

Verdade. Mas, em 2011, a Palestina buscou reconhecimento como país não membro na Assembleia Geral da ONU dentro das fronteiras  pré-1967 (Cisjordânia. Faixa de Gaza e Jerusalém Oriental). Todos os países árabes, e a maior parte das nações do Mundo votaram a favor, indiretamente reconhecendo Israel no restante do território. Israel votou contra com o argumento de que as fronteiras devem ser negociadas em um acordo bilateral

 2. A Palestina não reconhece Israel?

Mentira. A OLP (Organização Para a Libertação da Palestina) reconhece desde os anos 1990 com os acordos de Oslo. E Israel reconhece o direito a um Estado palestino desde a mesma data. O Hamas não integra a OLP

3. Mas o Hamas prega a destruição de Israel?

Verdade. Está na carta de fundação do grupo. Mas líderes da organização já indicaram que aceitam a Palestina apenas dentro das fronteiras de 1967. Além disso, o Hamas, meses atrás, aceitou apoiar um governo tecnocrático que reconhece a existência de Israel. Mas dois pontos devem ser levados em conta – o Hamas tem um histórico de traição, como vimos ao apoiar rebeldes na Síria contra Bashar al Assad, que os defendeu por anos. E o Hamas, hoje, não tem condição de destruir nem um quarteirão de Israel. Para completar, há membros do governo israelense que não aceitam o direito de a Palestina existir

4. Os países árabes não reconhecem Israel?

Em termos. Todos os países da Liga Árabe ofereceram, em 2002, estabelecer relações diplomáticas com Israel caso o país voltasse para as fronteiras de 1967, reconhecidas pela ONU. Israel não aceitou e prefere negociar com a Autoridade Palestina (Avigdor Lieberman, chanceler de Israel, porém, acha boa a opção de negociar com a Liga Árabe). A proposta ainda está na mesa e tem o apoio dos EUA. Vale lembrar que Egito e Jordânia têm relações diplomáticas com Israel e o Qatar e Omã, entre outros, possuem relações comerciais. No caso egípcio, hoje o regime do Cairo talvez seja o maior aliado de Israel no mundo. Mais até do que os EUA. A Arábia Saudita seria outro importante aliado na questão iraniana

5. E o Irã, a Turquia (que não são árabes) e o Hezbollah, reconhecem Israel?

A Turquia, sim. Inclusive, é um histórico aliado militar israelense. Mas, no atual governo de Erdogan, adotou uma postura radical a favor dos palestinos, inclusive do Hamas, deteriorando as relações dos dois países, embora sem rompimento de relações diplomáticas. O Irã era próximo de Israel até a queda do xá, em 1979. Mas depois virou o maior inimigo. Até pouco tempo atrás, o regime de Teerã era o maior patrocinador do Hamas. Quando o Hamas traiu Assad na Síria, o Irã se distanciou, embora mantenha uma proximidade com o braço militar. O Hezbollah também rompeu com o braço político do Hamas, mas voltou a se aproximar do braço militar, conhecido como Brigadas Qassam. Mas o Irã e o Hezbollah tomam cuidado para não irritar Assad no apoio ao Hamas

6. A Palestina não reconhece Israel como Estado judaico?

Verdade, nos últimos anos. Mas Arafat reconheceu. Abbas, de fato, não reconhece. Vale frisar que Netanyahu, neste seu segundo mandato (não no primeiro), é a primeira liderança israelense a fazer esta exigência em negociações com os palestinos. Até 2009, Israel não fazia esta reivindicação. Bastava reconhecer Israel como Israel. Os palestinos argumentam que esta é uma questão doméstica israelense e levam em conta os árabes cristãos e muçulmanos cidadãos de Israel que não concordam na maioria das vezes com o caráter judaico do Estado

7. Arafat rejeitou uma ótima proposta de Israel em 2000?

Verdade e mais de uma de vez. Deve ser criticado por isso e hoje poderia haver paz na região. Mas Netanyahu rejeitou, por questões domésticas e um mal entendido no processo de negociação, uma proposta ainda melhor para Israel neste ano, em 2014, na qual o presidente palestino aceitava uma Palestina desmilitarizada e com tropas americanas na Cisjordânia por anos e com a transição da segurança para tropas da OTAN comandadas pelos EUA. Segundo os EUA, Israel foi responsável pelo fracasso nas negociações ao não libertar a quarta leva de prisioneiros palestinos e anunciar a construção de mais casas em assentamentos (Israel retruca dizendo que estas casas seriam em assentamentos que ficarão no lado israelense em um acordo final)

8. Palestinos são fanáticos radicais islâmicos?

Mentira. Há palestinos fanáticos e radicais islâmicos, como os membros do Hamas. Mas a maior parte dos palestinos é muçulmana sunita, sem ser religiosa. Yasser Arafat, por exemplo, era casado com uma cristã e batizou a filha. Aliás, há palestinos cristãos e estes sempre estiveram na vanguarda do movimento palestino. A prefeita de Ramallah, capital da Autoridade Palestina, é cristã. A de Belém, também é mulher e cristã. George Habash, um dos maiores líderes históricos palestino, era cristão. Edward Said, maior intelectual palestino, era cristão. Hanan Ashrawi, também histórica líder palestina e uma das maiores críticas de Israel, é cristã. Todos os líderes religiosos cristãos da Terra Santa se identificam como palestinos. Normalmente, eles reclamam da ocupação israelense, que recentemente incorporou terras de famílias cristãs tradicionais de Beit Jala e Belém, na Cisjordânia. Em Gaza, por outro lado, houve crescimento na perseguição a cristãos. Como curiosidade, praticamente não existem xiitas palestinos

Não sei como faz para publicar comentários. Portanto pediria que comentem no meu Facebook (Guga Chacra)  e no Twitter (@gugachacra), aberto para seguidores

Guga Chacra, comentarista de política internacional do Estadão e do programa Globo News Em Pauta em Nova York, é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Columbia. Já foi correspondente do jornal O Estado de S. Paulo no Oriente Médio e em NY. No passado, trabalhou como correspondente da Folha em Buenos Aires

Comentários islamofóbicos, antissemitas, anticristãos e antiárabes ou que coloquem um povo ou uma religião como superiores não serão publicados. Tampouco são permitidos ataques entre leitores ou contra o blogueiro. Pessoas que insistirem em ataques pessoais não terão mais seus comentários publicados. Não é permitido postar vídeo. Todos os posts devem ter relação com algum dos temas acima. O blog está aberto a discussões educadas e com pontos de vista diferentes. Os comentários dos leitores não refletem a opinião do jornalista

Acompanhe também meus comentários no Globo News Em Pauta, na Rádio Estadão, na TV Estadão, no Estadão Noite no tablet, no Twitter @gugachacra , no Facebook Guga Chacra (me adicionem como seguidor), no Instagram e no Google Plus. Escrevam para mim no gugachacra at outlook.com. Leiam também o blog do Ariel Palacios

20 Jul 10:28

gabifresh: take no shit 2014





gabifresh:

take no shit 2014

11 Jul 17:14

Photo



28 Jul 13:25

tinalikesbutts: same

by villeashell
25 Jul 16:07

Photo

by manextreme
Lori

Maravilhoze



22 Jul 01:07

alexageinquisition: queenazherspitsfire: therebirthofren: nowy...

25 Jul 15:30

This Youtube Video Can Predict What Card You're Thinking of

Lori

Como q ele sabia? (ok, na vdd a carta foi a única q eu CONSEGUI ver, eu tentei ver outras e não fui capaz)

10 Jul 19:54

Photo