Shared posts

13 Jun 05:56

Who Killed America's Biggest Gadget? (2012) - The story about the rise and fall of Fermilab in search for the Higgs boson.

02 Feb 10:27

Médicos do Amadora-Sintra estão no Facebook enquanto doentes esperam atendimento

by Rui Cruz

Foi escrito no livro e reclamações e é agora contado ao Tugaleaks. Enquanto um doente espera seis horas por atendimento, no Amadora-Sintra, os médicos estavam no Facebook.

Parece quase digno de um filme, mas é a realidade. No Hospital que tem estado na mira da comunicação social bem como de manifestações por falta de condições, existe uma história que ninguém contou. No Hospital Amadora-Sintra (Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca) existem médicos que estão no Facebook a ver vídeos enquanto os doentes estavam à espera.

A situação aconteceu no dia 26 de Janeiro, pelas 17h, quando uma amiga acompanhou um pessoa de nacionalidade francesa ao Hospital que se queixava de “tonturas, dores de cabeça, falta de apetite, falta de força muscular e náuseas”. Passaram seis horas – sim, seis horas – e nada lhe disseram. A acompanhante vai procurar o seu amigo e encontra-o ainda numa maca. Nada de exames, nada de medicação.

Quando o cidadão francês lhe pediu para o tirar dali porque já não aguentava as dores, a acompanhante dirige-se ao balcão das urgências e, depois de alguma conversa, as coisas só se resolvem quando pede uma ambulância para o transportar para outro Hospital. Pelas 23h é posto a soro, são dados comprimidos para as dores e é tirado sangue para análises.

As horas continuam a passar.

Na primeira pessoa foi contado ao Tugaleaks, pela acompanhante, que “vejo as auxiliares em grande converseta, a falarem e a olharem para os telemóveis… pensei… ‘bem são as auxiliares…se fossem os médicos seria grave‘”.

 

hospital-amadora-sintra

 

A rir e a ver vídeos no Facebook

Na continuação do relato ao Tugaleaks, é referido que logo de seguida a ver as auxiliares no telemóvel, num gabinete com o número 18 “estão dois médicos numa pagina do Facebook a ver um video, animados, a rir“.
A acompanhante do cidadão francês diz “olha, olha, aqueles dois estão no Facebook em
plena urgência” e a acompanhante, o doente e uma outra pessoa que os tinha ouvido começam a olhar para o gabinete, todos espantados. Quando os médicos dão conta, fecham o Gabinete, muito possivelmente atrapalhados.

 

Pelas 00:38, enquanto ainda esperavam dentro do Hospital, foi apresentada uma reclamação onde a queixosa solicita que seja “realizada uma intervenção/averiguação nos servidores a fim de apurar quem entrou na sua pagina das redes sociais no computador das urgências gerais do hospital, no exercício das suas funções que é tratar os doentes que se encontram no serviço“.

 

Para terminar, é dito por quem lá esteve 11 horas dentro do Hospital que “o ambiente que se vive no serviço de urgência, para grande parte dos profissionais (que não são a totalidade mas uma boa parcela) é de descontracção, sem pressões nem stress, diria mesmo que para alguns é um paraíso como local de trabalho“.

 

O Tugaleaks tentou contactar a assessora de imprensa do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, sem sucesso. Tentámos contactar também a Ordem dos Médicos para obter uma posição na situação, sem sucesso.

Esperemos que não estejam a ver vídeos no Facebook.

03 Feb 09:42

Hackers atacam Comissão da Carteira Profissional de Jornalista

by Rui Cruz

Vários e-mails e passwords de juízes e jornalistas foram divulgados por hackers Portugueses nas suas páginas oficiais. Este grupo de hackers pertence aos colectivo Anonymous Portugal.

Depois da Procuradoria-Geral da República, das juntas de freguesia, câmaras municipais, partidos e muito mais, os hackers viraram-se para as Comissões.
As Comissões, sobre um determinado assunto, são entidades públicas geridas com dinheiros públicos que estudam ou tecem informação ou documentação vinculativa sobre um determinado tema.

O ataque à primeira comissão de que há memória em Portugal foi feito à Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ). Esta comissão, liderada pelo Juiz Desembargador Pedro Gonsalves Mourão, tem a seu cargo a emissão dos títulos para jornalistas sendo obrigatório que todos os jornalistas tenham ficha, ou inscrição, na referida comissão.

A segurança informática da CCPJ deixa, no entanto, muitíssimo a desejar. Soube o Tugaleaks, em conversa com encriptação end-to-end com o hacker Ousiderz Arcainex, que opera nos grupos Hackers Street, SideKingdom12 e OutsideTheLaw, que o acesso à Extranet da CCPJ foi possível ser feito com o utilizador “admin” e a password “admin”, dados entretanto já alterados e expostos no Facebook dos OutsideTheLaw.

 

ccpj

 

O acesso a um utilizador admin da Extranet permite também, em teoria, o acesso total aos jornalistas lá registados, podendo também serem alterados dados.

Conta-nos também um outro responsável pelo ataque que “algum vai ser estagiário 12 meses a minha pala, e não faço a p*ta da mínima quem seja”, confirmando que teve acesso a todos os dados, ou pelo menos a alguns, incluindo nomes, fotos, moradas, locais de trabalho, posição dentro do órgão de comunicação social, telemóveis, entre outros.

 

Os hackers alegaram ainda terem tido acesso a 473.230 documentos, supondo-se tratar-se de registos físicos e de documentos pessoais entregues por jornalistas na altura do seu registo e terem feito o leak de cerca de 300 e-mails e passwords de jornalistas e juízes.

Embora exista o referido acesso, e dizendo que “a informação está exposta”, os hackers decidiram por agora divulgar apenas alguma da informação que têm, deixando um aviso á CCPJ, “Caso mudem a Password de Administrador até dia 09/02/2015 Nós vamos usar as cartas que temos na Manga”.

 

 

 

O Tugaleaks contactou ontem a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista para obter confirmação da falha de segurança e a data da última auditoria aos seus serviços digitais, mas até ao momento não existiu qualquer resposta.

 

“A liberdade de expressão é algo que nós tencionamos mostrar ao povo”, diz Ousiderz Arcainex.

05 Feb 11:03

Idosa morre no Hospital Amadora-Sintra após estar meio dia à espera de atendimento

by Rui Cruz

Foram doze horas à espera de ser atendida. Não houve soro ou medicamentos, embora tenham sido pedidos. Acabou por falecer “por desidratação”, segundo os médicos.

A idosa deu entrada pouco depois das 11h30 do dia 31 de Janeiro de 2015 no Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, mais conhecido como Hospital Amadora-Sintra. Foi-lhe atribuida a pulseira verde. A idosa tinha demência e foi levada ao hospital quando ficou sem comer durante dois dias e porque apresentava escaras.

Enquanto a tarde passava, outros acompanhantes de doentes desmaiavam e a ajuda era nula a estes e aos doentes.
Durante as 12 horas em que os familiares estiveram à espera o estado de saúde da idosa foi-se agravando, com olhos vermelhos e tonturas.
Foi solicitado Ben-U-Ron a uma médica o qual foi negado, “não vamos dar medicamento nenhum”. Soro nem vê-lo.

 

Doze horas depois…

Chamaram a doente com pulseira verde por volta das 00:20 e nessa altura um médico olhou para a doente e disse “boa noite D. Maria”, sem resposta. Ele levantou-lhe uma perna e ela não se queixou e, conta-nos a neta da falecida, “por não se estar a queixar achamos estranho porque ela gritava por dores”.
O médico disse então que “ela não está nada bem, ela não está em condições de estar aqui”, “ela está falecida, acho que não vale a pena reanimar… vou falar com a equipa”.

À dor juntou-se a impotência em exprimir o sofrimento. Lá fora, nos corredores com outras pessoas, o choro era impossível, porque a mandavam calar.

Passado vinte minutos o médico voltou e disse-lhe “não te culpes, elas já estava muito frágil, mas olha ela faleceu com desidratação”, depois e estar sem soro durante doze horas.

Depois da uma da manhã, com a história no final mais infeliz que se possa pensar, uma médica acrescentou que “a culpa não é nossa”, algo que segundo a família foi dito de uma forma arrogante.

 

hospital-amadora-sintra

 

Estavam no Facebook?

Há alguns dias o Tugaleaks publicou que durante 8 horas não foi prestado atendimento a um doente Francês e que, quando se aperceberam da situação, verificaram que dois médicos estavam a ver vídeos no Facebook.

Do Hospital ou da Ordem dos Médicos ainda não houve qualquer resposta.

 

Psicóloga comenta situação

Paula Silva, psicóloga, disse ao Tugaleaks que “a dor de perder alguém que amamos é dos sentimentos mais fortes que podem existir, faz-nos sentir impotentes e, todo esse sofrimento, faz-nos procurar respostas a perguntas como o porquê e, para que as famílias encontrem alguma paz e para que situações semelhantes não se repitam, é importante apurar responsabilidades”.

Indicou ainda, em termos de apoio ás famílias enlutadas e “à imensos anos que esse apoio deveria estar assegurado para estas e muitas outras situações mas, se não existem recursos para contratar médicos, devemos alimentar a esperança de que se vão contratar psicólogos?”

 

O Tugaleaks sabe que a família enlutada já apresentou reclamação oficial no Hospital e que vai avançar com queixa cível em Tribunal.

07 Feb 09:34

A corrupção corrompe a confiança dos cidadãos na política

by Rui Martins

Quando os cidadãos são questionados sobre as razões pelas quais eles acham que os políticos falham na satisfação das suas exceptativas, a corrupção aparece de forma proeminente na maioria dos inquéritos.
— Manuel Arriaga, Rebooting Democracy

 

A corrupção é de facto o fenómeno que, isolado, mais danifica a credibilidade de uma governação e a confiança dos cidadãos na classe politica. A corrupção distorce a meritocracia que deve estar na base da ascensão e sustentação da progressão de alguém numa carreira politica ou nos mais elevados escalões do funcionalismo público. Se o Exemplo dado por pessoas em posição de liderança for negativo, se uma Justiça lenta e ineficiente compactuar com estas situações, criar-se-á na sociedade uma percepção generalizada que o Esforço, o Trabalho, a Criativa e a Qualificação não são determinantes para a ascensão sócio-económica de alguém, mas sim, a sua disponibilidade para ceder a tentações nepóticas, de fraude e corrupção.

Por outro lado, e como demonstra o exemplo grego, a disseminação de fenómenos da dita “pequena corrupção” (subornos generalizados a funcionários públicos, fuga generalizada de impostos e economia subterrânea predominante) mostra a necessidade de criar um corpo totalmente independente de investigação e Justiça deste tipo de fenómenos, seguindo os bons exemplos de Singapura e Hong-Kong. De igual modo, na Administração central e autárquica há que lançar um plano nacional de simplificação legislativa e administrativa que reduza o espaço da arbitrariedade das decisões e reduza os corpos legislativos por forma a reduzir a superfície de exposição do Estado a estes fenómenos. Combater a corrupção é também uma forma de estimular a economia, pela via da redução do desperdício e da carga fiscal que assim pode ser reduzida e desviada para fins socialmente mais úteis.

bandeira-de-portugal-d3298

09 Feb 11:28

PSD contrata assessor acusado de corrupção

by Rui Cruz

Uns são convidados a emigrar. Outros são convidados para assessores na Câmara Municipal de Lisboa, levando na “bagagem” uma acusação por corrupção.

 

O anterior presidente da Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica, Rodrigo Gonçalves, foi convidado por Fernando Seara, líder da oposição à Câmara de Lisboa. Actualmente Rodrigo Gonçalves é “vice-presidente da bancada social-democrata na Assembleia Municipal de Lisboa e vice-presidente da concelhia local do partido”, segundo avança o Publico que dá conta desta contratação.

O antigo autarca foi acusado no verão de 2014 pelo Ministério Público de corrupção passiva enquanto presidente da JF São Domingos de Benfica.

“Rodrigo Gonçalves tinha sido nomeado adjunto do secretário de Estado do Emprego depois de deixar a junta de freguesia, em 2013, e teve de se demitir logo que foi conhecida, em Julho do ano passado, a acusação do Ministério Público”, adiantou ainda o Publico.

O “curriculum” de Rodrigo Gonçalves não se fica por aqui. Há poucas semanas foi acusado por um tribunal de agredir, a murro e a pontapé, o presidente da Junta de Freguesia de Benfica, também do PSD. A multa foi de três mil euros.

 

Este não é, no entanto, um caso público.

 

PSD-RUA

 

Nomeia director arguido em processo crime

A Ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, nomeou para director de Instituto de Gestão Financeira um arguido em proceso de má gestão financeira. A situação foi denunciada em exclusivo no Tugaleaks, há um ano atrás.

Em sede de interrogatório, questionado pela justiça, disse que “eu sempre defendi que titulares de lugares público, políticos, ou de alta administração pública, desde que seja feita a acusação, deve de imediato cessar funções, sempre defendi isso e sempre defenderei”.
Questionado de seguida “porque é que não se demitiu?”, Rui Pereira, nomeado por Paula Teixeira da Cruz, disse, naturalmente, que “porque eu acredito que vou ficar inocente“.

 

13 Feb 10:58

Câmara de Sintra “roubou” cães de propriedade privada… e não os quer devolver

by Rui Cruz

A Câmara Municipal de Sintra entrou numa residência sem mandato, cortou uma vedação e levou dois cães com chip do local onde habitam sem contactarem o dono.

Foi no início de Novembro do ano passado, quando agentes da Polícia Municipal, a alegado mando do Subintendente Pinheiro dos Santos, agente da PSP também responsável da polícia Municipal de Sintra, entraram numa residência. O intuito da entrada, que teve que recorrer ao corte de uma vedação, era o de levar dois canídeos que lá se encontravam.

Os dois Retrivier do Labrador foram levados pela Polícia Municipal para o Canil Municipal, segundo que foi possível apurar ao Tugaleaks que um deles já se encontra neste momento cadáver. O outro, espera pacientemente que o seu protector o vá buscar… mas, porque é que alguém o tirou de lá em primeiro lugar?

Numa carta enviada a vários órgãos de comunicação social, pode ler-se que “vandalizaram a vedação, entraram dentro da minha residência sem autorização judicial e sem que nada o fize-se esperar carregaram (furtaram) os dois canideos”. Lê-se ainda que “aguardo resposta urgente em virtude de um ser vivo que não é propriedade da Câmara se encontrar nas instalações da propriedade da Câmara, e eu o quer de volta”.

Em resposta, a Câmara de Sintra pediu ‘apenas’ o Cartão de Cidadão, morada comprovada por recibos da água/luz/etc, morada dos factos, cópia da certidão do registo predial, cópia do registo dos animais e foto dos danos. Na resposta nada foi mencionado sobre a devolução dos animais, focando-se a carta apenas nos danos da vedação.

Os canídeos, já no seu final de vida devido à idade, eram alimentados de dois em dois dias pelo seu dono, que deixava água e comida em dispensador para o efeito e nesses mesmos dias cuidava do resto da sua “casa”.

O Tugaleaks tentou contactar a Câmara Municipal de Sintra mas esta não respondeu aos nossos pedidos de informação.

 

m-perro-labrador-retriever.html-5(foto para ilustração)

Queixa por furto

O dono do cão apresentou uma queixa crime por “furto qualificado, invasão de propriedade, abuso de autoridade, abuso de poder e dano em propriedade”, contra a Câmara Municipal e contra o Subintendente Pinheiro dos Santos. O queixoso já foi ouvido na PSP local e afirmou querer continuar com a queixa, deixando todos os pormenores.

 

PSP com reacção dúbia

Fontes próximas da zona de Sintra dão conta de que o Subintendente Pinheiro dos Santos “é uma pessoa influente, não só na região”. Contactada a PSP, fonte oficial da instituição informou que “a PSP não se pronuncia sobre questões que são da competência de outras entidades e que desconhece”. Tal não foi o caso numa situação parecida onde um Subcomissário da PSP tentou “abafar” um crime público, em Oeiras, e mal a PSP soube da situação, que também desconhecia, abriu logo um inquérito.
Existem portanto dois tipos de tratamentos para o mesmo modus operandi (o crime público): um para o Subcomissário e outro para o Subintendente.

 

14 Feb 10:06

Seguidismos

by Rui Martins

O unanimismo mata. Mata a liberdade pensamento, o sentido critico e a capacidade para inovar.

Os partidos políticos do século passado tinham no unanimismo, no seguidismo bacoco e absoluto um imperativo total para que os seus membros conseguissem galgar, internamente, os degraus da pirâmide hierárquica. Nos partidos do século passado subia-se não em função dos méritos próprios (meritocracia) mas em função da capacidade de seguir o líder e da capacidade (por intuição ou lobbying interno) de identificar e seguir quem estaria bem posicionado para assumir funções de liderança.

Estas praticas e métodos eram desenvolvidos até ao limite e ensinados desde tenra idade nas Juventudes partidárias que assim se foram decompondo de genuínas e úteis escolas de cidadania e em academias de treino e formação de seguidistas e aparelhistas profissionais dando um contributo decisivo para estes partidos fechados à sociedade civil, aparelhizados e cristalizados que hoje temos.

De facto, quebrar hoje o Seguidismo acéfalo e acrítico só pode ser feito de uma forma e essa forma é acabar com as juventudes partidárias: fabricas de maus hábitos e de condutas convergentes quando os partidos – para se reformarem – precisam mais do que nunca de pensamento e palavra divergente, de oposição interna frontal viva e dinâmica, pública, sem medo de anacrónicas acusações de divisionismo ou “traição”. Precisamos de partidos vivos, rápidos a reagir a uma realidade que muda a uma velocidade que não pára de crescer e estes novos partidos não se fazem com Seguidistas, fazem-se com Cidadãos capazes de rupturas, que cultivem um raciocínio autónomos e divergentes, abrindo-se assim à sociedade civil e a todos aqueles que as velhas lógicas piramidais, seguidistas e aparelhísticas foram repelindo da atividade politico-partidária comum.

iStock_000014793457Small

16 Feb 11:10

Cavaco Silva tem 36 assessores e consultores

by Rui Cruz

O Presidente da República, Cavaco Silva, tem 36 assessores. O valor pago a cada assessor, ao contrário do que acontece com o Governo, não está publicado online.

De acordo com o site da Presidência da República, Cavaco Silva tem 36 assessores. As áreas são as mais diversas, mas a que mais chama à atenção é o Gabinete do Conjugue, que tem 1 assessora.

Além do gabinete já citado, existe ainda um consultor para os “Assuntos da Saúde” e uma consultora para os “Assuntos da Politica da saúde”.

Sobre todos estes assessores, nada se sabe em termos da sua remuneração, pois, ao contrário do que é publicado no Site do Governo, no site da Casa Cívil não se fala de números.

Consultar os nomes no site da Casa Cívil

 

07.01-Cavaco

 

Equipa de Cavaco censura jornalistas

No dia 10 de Junho do ano passado, a equipa de segurança de Cavaco Silva obrigou um jornalista a “apagar” uma foto de trabalho.
Na altura, o jornalista Amadeu Araújo contava ao Tugaleaks que “vim a saber depois que tinha sido activado um inibidor de telemóvel” embora não tivesse sido afectado e que “há indicação, ouvida, de camaradas de profissão, que me dizem que tiveram que apagar algumas fotografias”.

 

O assunto tabu

Cavaco Silva evita falar de Ricardo Salgado. Diz que não falou sobre o BES, mas falou. “Eu já reparei que alguns dos senhores [jornalistas] e alguns políticos disseram e escreveram que o Presidente da República fez alguma declaração sobre o BES. É mentira. É mentira. Alguns invocam uma declaração que eu fiz na Coreia. Na Coreia em fiz três declarações sobre o Banco de Portugal e mais nada”, dizia Cavaco Silva à comunicação social na altura.

No entanto, a mesma citação directa de Cavaco Silva disse que “o Banco de Portugal tem sido peremtório e categórico a afirmar que os portugueses podem confiar no Banco Espírito Santo dado que as folgas de capital são mais que suficientes para cumprir a exposição que o banco tem à parte não financeira, mesmo na situação mais adversa”.

 

 

18 Feb 11:30

“Os dois últimos governos resolveram o problema dos bancos com o dinheiro do povo”

by Rui Cruz

Numa conversa acesa, Hernani Carvalho dá um “recado ao povo”, e uma mensagem ao governo que “tramou” o povo e usou o dinheiro público para resolver o problema dos bancos.

O vídeo, tem que tem sido viral nas redes sociais e, somando os vários locais onde se encontra publicado, já soma mais de 150 mil visitas, mostra um jornalista com mais de 30 anos de carreira a deixar um “recado ao povo” no programa da manhã da SIC apresentado por Júlia Pinheiro.

Hernani Carvalho faz a leitura habitual da criminalidade em Portugal todos os dias no programa da SIC.

No vídeo, podo ouvir-se que “os dois últimos governos resolveram o problema dos bancos com o dinheiro do povo (…) e esse governo devia cair logo a seguir e serem todos presos”.

“O povo anda a subsidiar a falência dos bancos e não aconteceu nada: a entidade reguladora dos bancos nunca foi presa, e devia”.

Sobre as eleições para este ano, diz Hernani Carvalho que “os partidos este ano deviam explicar ao povo o que querem fazer com os banqueiros”.

 

Assista ao vídeo aqui:

 

21 Feb 11:36

Reformar os Partidos para Reformar a Democracia

by Rui Martins

Estimo que cerca de 30% do eleitorado na maioria dos países da Europa Ocidental existe uma massa eleitoral, não abstencionista, muito crítica dos ditos “partidos de Sistema” ou Situacionistas e que encontrou no Syriza, na Grécia, e no Podemos, em Espanha canais de expressão deste descontentamento. Não acreditamos – ao contrário do que parece ser a convicção generalizada de muitos – que estes dois partidos encontraram as bases eleitorais para os seus sucessos nas urnas unicamente nas massas de contestatários que a dado momento encheram as ruas gregas e espanholas de “Indignados” ou das centenas de milhar de manifestantes que, a dado momento, encheram as ruas de Atenas. É verdade que alguns, decidiram – e bem – que a melhor foram de produzirem modificações reais e concretas seria a de fazerem esse trabalho social, cívico e político em partidos políticos, criando uns (como o Podemos, em Espanha ou o Cinco Estrelas, em Itália) ou incorporando outros (como a aliança Syriza ou juntando-se ao “Green Party” no Reino Unido, que numa sondagem recente colheu 48% das intenções de voto).

Ora 30% são suficientes para eleger um governo. Especialmente se os partidos Situacionistas perderem votos para a abstenção e se outros partidos não-situacionistas (isto é, que habitualmente não viabilizam governos dos partidos Situacionistas) acabarem viabilizando governos destes novos partidos. O problema é que estes governos, eleitos em protesto contra a partidocracia, a corrupção e a permeabilidade aos “Interesses” frequentemente defraudam os seus eleitores. Isto observou-se mais recentemente em França, com Hollande e, sobretudo, com Obama, com o seu “We Can” direccionado contra as grandes corporações multinacionais seria porventura a maior desilusão política das últimas décadas. As razões para este abismo entre a Palavra das campanhas eleitorais e a Ação do exercício governamental são múltiplas e minam profundamente a credibilidade das democracias e a confiança dos eleitores nos partidos políticos. Esta (merecida) perda de confiança explica a fragilidade eleitoral do PSF francês, a quase evaporação do PASOK grego (4,68% nas Legislativas de 2015) e a estagnação do PSOE espanhol (entre os 25% e os 27%)

 

reformar-partidos

 

Estes “Partidos de Protesto” podem assim conseguir, marginalmente, os votos suficientes para formar Governo. Mas é mais provável que, como sucedeu na Grécia com o Syriza, tenham que procurar alianças parlamentares para estabelecerem um Governo sólido, garantindo assim a percentagem adicional de votos que lhes dá essa margem de conforto. E esta margem pode revelar-se crucial nos combates que qualquer partido reformista tem que travar no Poder. Desde logo, vai enfrentar a oposição dos Interesses instalados no Estado e na Economia. Depois, terá que enfrentar o natural imobilismo dos burocratas e todos os obstáculos que promovem o “Status Quo” na União Europeia. Perante esta pressão cruzada, pode haver cedências. E estas cedências começam sempre – dias depois da tomada de poder – pelo “Discurso da Tanga”, em que o líder reformista começa a ceder e admite vocalmente que “a situação que encontrou é muito mais grave do que aquilo que esperava encontrar” e que, por isso, vai ter que suspender ou alterar o seu programa reformista…

Todos já vimos este filme a acontecer, mesmo à frente dos nossos olhos. E vamos tornar a ver. Por isso, não acredito em “partidos reformistas”. Acredito que a forma mais eficaz, aliás, que a única forma realmente eficaz de reformar o sistema e a democracia representativa actual passa precisamente pela reforma, a partir de dentro de um grande partido, de base nacional, organizado, com uma densa e extensa rede de militantes e com uma organização (aparelho) historicamente relevante. É possível mudar. Tornar um grande Partido Político num Partido Reformista e Reformado. Quebrar o poder imperial nele exercido pelo Aparelho e pela Juventude Partidária e assim, tornar um Partido Situacionista (imobilista e aparelhizado) num partido capaz de liderar o processo de conversão da Democracia Representativa numa Democracia realmente Participada e Participativa. Não será fácil, decerto… Mas é possível, assim o queiram um número suficiente de cidadãos e militantes dos actuais partidos políticos portugueses.

24 Feb 10:34

Oeiras: Agente da Polícia Municipal que dorme em serviço promovido a cargo que não existia

by Rui Cruz

Um polícia municipal da Câmara Municipal de Oeiras foi apanhado há uns anos a dormir. Pouco tempo depois, foi promovido a um cargo que até à data era inexistente.

A situação aconteceu há alguns anos, na Central de Comunicações da Polícia Municipal de Oeiras. Este agente, conforme o vídeo mostra, encontra-se a dormir, sendo este vídeo, ao que o Tugaleaks conseguiu apurar, feito durante a noite.

No vídeo é possível ver que ele foi gravado perto do visado e que este, tendo talvez um sono pesado, não acordou. Consegue-se também ouvir o ressonar do referido agente da polícia municipal.

O agente em causa foi promovido, pouco tempo depois deste incidente, para “Adjunto de Coordenação”, uma posição que até à sua promoção não existia na hierarquia daquele serviço de polícia municipal. Na altura, vários colegas falaram com as chefias, indicando que o agente dormia em serviço, mas segundo uma fonte contou ao Tugaleaks, estas queixas foram sempre desvalorizadas.

 

 

De acordo com informações recolhidas, Paulo Lopes, o agente visado no vídeo, é uma pessoa “conflituosa com os colegas”, e tem por hábito fazer “perseguições” e “considerações morais” como uma pessoa íntegra que diz ser, “mas que não o é”.

O Tugaleaks contactou a Assessora de Imprensa da Câmara Municipal de Oeiras mas não obteve qualquer comentário. Tentámos contacto por telefone hoje de manhã, mas por duas vezes o telefone foi-nos desligado (ou a chamada caiu) após a chamada ter sido passada à pessoa responsável pelo contacto com a imprensa. Será que estão a dormir?

 

cm-oeiras-policia-municipal-dorme-em-servico

CM Oeiras tenta abafar crime

Já recentemente a Câmara Municipal de Oeiras foi notícia no Tugaleaks. Em causa, estava o “abafar” de um crime em que a visada era uma pessoa ligada ao partido que está neste momento no poder local, o Isaltino, Oeiras Mais à Frente (IOMAF). Na altura e perante os dados enviados pelo Tugaleaks à Polícia de  Segurança Pública, tendo em conta o comportamento alegadamente contrário à lei do Subcomissário da instituição responsável pela Polícia Municipal, a PSP informou-nos que  “foi mandado instaurar o processo disciplinar NUP 2015LSB00035DIS, ao Subcomissário José Manuel Moreira Pinto, do qual foi nomeado instrutor, com início da sua instrução em 28/01/2015 e que corre trâmites no Núcleo de Deontologia e Disciplina do Comando Metropolitano de Polícia de Lisboa, Gabinete de audição 1″.

26 Feb 10:07

Pólos opostos: Por do sol sobre o gelo New York

O sol põe atrás da linha do horizonte de Manhattan como o gelo a flutuar nas águas do East River. REUTERS/Lucas Jackson
13 Jan 10:08

Un premier sondage pour 2015 ! #EN - What's your favorite GNU/Linux...

Un premier sondage pour 2015 !

#EN - What's your favorite GNU/Linux distro ?

#Sondage #french #linux #debian #unix #floss #world #english

12 Jan 04:59

#Media obsesses over ‘ #freespeech’ in #CharlieHebdo case while ign...

#Media obsesses over ‘ #freespeech’ in #CharlieHebdo case while ignoring #Israeli targeting of #journalists

The story of the January 7 2015 storming of the offices of Charlie Hebdo, a satirical #French publication with a history of #racist, #antiMuslim caricatures, has inundated the Western media. The attack, tragically leaving at least 12 dead, has been touted as a “free speech” issue by the first government in the world to ban #proPalestinian demonstrations. (This framing has distorted the fact that it was torture at #AbuGhraib and the #US #war on #Iraq that left 100,000s of civilians dead, not cartoons, that radicalized the impoverished shooters, sons of émigrés from #Algeria, a country that was a French colony until the end of a bloody war of independence in 1962.)

The subsequent taking of hostages in a Parisian kosher supermarket by an acquaintance of the shooters was an even more despicable act, leading to the deaths of at least four. Both incidents are horrific tragedies, and deserve harsh condemnation.

Yet they have exponentially overshadowed equally tragic recent attacks on journalists. In its November 2012 attack on #Gaza, “Operation Pillar of Defense,” the Israeli government admitted that it was targeting journalists. This trend was revisited only months ago in Israel’s summer 2014 assault, “Operation Protective Edge,” an incursion that left 2,310 dead—over 1,500 of whom were civilians, including at least 500 children—and 10,626 wounded.

More- http://mondoweiss.net/2015/01/ignoring-targeting-journalists

31 Dec 18:09

ΚΑΛΗ ΧΡΟΝΙΑ, FELIZ AÑO NUEVO, FELICE ANNO NUOVO, GLÜCKLICHES NEUES ...

ΚΑΛΗ ΧΡΟΝΙΑ, FELIZ AÑO NUEVO, FELICE ANNO NUOVO, GLÜCKLICHES NEUES JAHR, BONNE ANNÉE, SZCZĘŚLIWEGO NOWEGO ROKU, HAPPY NEW YEAR, #DIASPORA! <3

#2015

05 Dec 06:15

Make diaspora ins...

Make diaspora installation one step on debian | Indiegogo - https://www.indiegogo.com/projects/make-diaspora-installation-one-step-on-debian/x/509624#home

Yay! We crossed 50% of the fund raising target. Thanks everyone who contributed and helped spread the campaign. With your help we can achieve the target sooner and possibly set a few stretch goals as well. Tell your friends why making diaspora installation easier is important and invite them to be a part of this campaign. There is a already some interest to package diaspora for fedora/centos too. Let me know if you want a package for your favourite distribution. If there is a good interest I can consider it.

In the meanwhile please test the installer package (instructions here https://wiki.debian.org/Diaspora#Diaspora_Installer_Package) and provide feedback so I can upload it to debian.

#debian-diaspora #debian #diaspora #packaging

18 Nov 08:01

Multas recorde a grandes bancos delapidam confiança no setor

Seis dos maiores bancos a nível mundial foram condenados a pagar multas recorde no valor de três mil e 400 milhões de euros. Em causa está a prática…
06 Nov 14:07

Carta do Papa Francisco por ocasião da cúpula do G20, Papa Francisco

by Papa Francisco
A Sua Excelência Tony Abbott Primeiro-Ministro da Austrália Nos próximos dias 15 e 16 de Novembro, em Brisbane, Vossa Excelência presidirá ao Encontro dos Chefes de Estado e de Governo dos 20 países com as maiores economias, levando deste modo a cumprimento a Presidência australiana do Grupo dos 20 no ano que passou. A Presidência deu provas de representar uma excelente oportunidade para todos, de apreciar a contribuição significativa oferecida pela Oceânia na abordagem das problemáticas e dos seus (...)
30 Oct 11:01

EI: Washington acusa de novo os seus aliados

Intervindo a 23 de outubro de 2014 no Carnegie Endowment for International Peace, o sub-secretário norte-americano do Tesouro David S. Cohen, acusou a Turquia, o Curdistão iraquiano e a Síria de vender, ilegalmente, petróleo roubado pelo Emirado Islâmico (Daesh) . Se quisermos jogar para o lado a acusação lançada contra a Síria (comprar o petróleo que o Daesh lhe rouba) que transpira pura propaganda, esta é a segunda vez que Washington aponta os seus aliados turcos e curdos. A 2 de (...)
29 Oct 14:20

Divulgado vídeo onde jovem iraniana expressa os últimos desejos antes de morrer

São os desejos expressos por Reyhaneh Jabbari antes de morrer. A jovem de 26 anos foi enforcada, este sábado, no Irão por matar o homem que a tentou…
29 Oct 10:48

Protesto Internet da Hungria ilumina a noite

Dezenas de milhares de húngaros empunham os telemóveis enquanto marcham pela Ponte Elisabeth durante um protesto contra o novo imposto sobre a…
21 Oct 15:53

Geopolítica da guerra contra a Síria e contra o Daesh, Thierry Meyssan

by Thierry Meyssan
Nesta análise, nova e original, Thierry Meyssan expõe as razões geopolíticas do fracasso da guerra contra a Síria e os objectivos reais da pretensa guerra contra o Daesh(E.I.-ndT). Este artigo é particularmente importante para compreender as relações internacionais actuais e a cristalização dos conflitos no Levante (Iraque, Síria e Líbano).
18 Oct 18:41

Petição Pedido de demissão imediata e sem indemnização dos autores da sentença aqui abaixo descrita

O Supremo Tribunal Administrativo reduziu o valor da indemnização que a Maternidade Alfredo da Costa tem de pagar a uma mulher que ficou impedida de voltar a ter relações sexuais com normalidade depois de ali ter sido operada há já 19 anos. Um dos argumentos invocados pelos juízes, com idades entre os 56 e os 64 anos, é o de que a doente “já tinha 50 anos e dois filhos”, isto é, “uma idade em que a sexualidade não tem a importância que assume em idades mais jovens, importância essa que vai diminuindo à medida que a idade avança”. Especialistas contactados pelo PÚBLICO desmentem os magistrados, entre os quais há uma mulher. O problema é que, tratando-se de uma decisão de um tribunal superior, não são muitas as hipóteses de recurso. “São afirmações que estão erradas do ponto de vista científico. Ainda há poucos meses saíram artigos científicos na imprensa internacional confirmando aquilo que já sabíamos: uma larga percentagem de mulheres tem uma vida erótica mais satisfatória entre os 50 e os 60 anos do que antes, porque se sente mais liberta de tabus”, observa o sexólogo Júlio Machado Vaz, que faz questão de distinguir qualidade de quantidade: “Pode ser infinitamente mais gratificante uma relação erótica bissemanal aos 50 e poucos do que uma frequência diária aos 30”. Operada a um problema ginecológico trivial, a empregada doméstica ficou com uma incapacidade permanente de 73%, por lhe ter sido parcialmente lesado, durante a operação, o nervo pudendo. “Pode ter relaçõ...
Leia mais sobre a Petição Pedido de demissão imediata e sem indemnização dos autores da sentença aqui abaixo descrita
09 Oct 10:02

Millennium BCP tem “barreiras sem-abrigo” em agência na Avenida Almirante Reis, em Lisboa

by Rui Cruz

O banco Millennium BCP tem barreiras sem abrigo numa Avenida de Lisboa. O Grupo já tinha usado a mesma barreira no ActivoBank na baixa de Lisboa.

As “barreiras sem-abrigo” estão cada vez mais comuns em Portugal, e de todas as que apanhámos até agora, estas têm sido sempre em instituições bancárias – aquelas a quem os sem-abrigo não interessam para nada.
Este é apenas mais um caso, pois anteriormente já tinha sido denunciado que existiam estas mesmas barreiras numa agência do mesmo grupo mas noutro banco, o Activobank, na baixa de Lisboa.

 

Leia também: Millennium BCP e o negócio dos juros

 

Tendo em conta que a agência fica por baixo de uma arcada e a zona é frequentada por idosos, estes vêm-se impedidos, bem como os sem-abrigo, de se sentarem nas imediações.
O Movimento Cívico Mais Lisboa decidiu abrir uma ocorrência na Câmara Municipal de Lisboa com o número OCO/70661/2014 mas o Tugaleaks sabe que a Câmara Municipal não tem feito praticamente nada quanto estas ocorrências são denunciadas.
” O MaisLisboa interroga a CML sobre a legalidade desta obra e se ela foi devidamente autorizada pela autarquia ou se, como o caso que recentemente identificámos num balcão do BBVA, se trata também de uma obra selvagem e ilegal” lê-se na ocorrência que o Mais Lisboa criou.

Contactado o Assessor de Imprensa do banco, este não comentou a situação. Aguardámos por uma resposta durante três semanas.

 

barreiras sem abrigo millennium bcp Millennium BCP tem barreiras sem abrigo em agência na Avenida Almirante Reis, em Lisboa

 

 

O que são “barreiras sem-abrigo”

Esta “moda” começou no estrangeiro mas foi adoptada com cada vez mais frequência em Portugal. O Tanto com grades como com vasos gigantes, é uma de afastar os sem-abrigo e os idosos de um local onde se podem sentar ou dormir.

Quando instaladas posteriormente à construção do prédio ou loja, carecem sempre de autorização prévia pelo Município pois é uma alteração da fachada exterior.

06 Oct 10:15

Tribunal vai levar a julgamento Ministério das Finanças por favorecer partidos políticos

by Rui Cruz

Acção Popular do Movimento Revolução Branca contra as mordomias dos partidos vai a tribunal, sentaqndo-se o Ministério das Finanças no banco dos réus.

Em causa, está a disparidade de tratamento para com um partido político e um cidadão. A acção popular, apresentada há alguns meses e noticiada no Tugaleaks, teve agora uma continuação: o Tribunal Central Administrativo de Lisboa vai analisar o processo 1801/13.5BELSB “no qual se pede que seja o Estado condenado a cessar com os privilegios fiscais, a titulo de IMI, dos Partidos Políticos” explica o Movimento Revolução Branca, que adianta ainda que “foi ordenada a publicacao de anuncios para a citacao de todos os cidadaos que estejam interessados em intervir no processo, a titulo principal, apoiando o nosso pedido (…) tais anuncios serao publicados, dentro de dias, em tres jornais de expansao nacional, como manda a Lei“.

 

tribunal martelo5929ac88132507ff 630x354 Tribunal vai levar a julgamento Ministério das Finanças por favorecer partidos políticos

 

De recordar que os partidos têm várias “vantagens”, conforme estipuladas na Lei 19/2003, onde estão citadas algumas isenções, a saber:

a) Imposto do selo;
b) Imposto sobre sucessões e doações;
c) Imposto municipal de sisa pela aquisição de imóveis destinados à sua actividade própria e pelas transmissões resultantes de fusão ou cisão;
d) Contribuição autárquica sobre o valor tributável dos imóveis ou de parte de imóveis de sua propriedade e destinados à sua actividade;
e) Demais impostos sobre o património previstos no n.º 3 do artigo 104.º da Constituição;
f) Imposto automóvel nos veículos que adquiram para a sua actividade;
g) Imposto sobre o valor acrescentado na aquisição e transmissão de bens e serviços que visem difundir a sua mensagem política ou identidade própria, através de quaisquer suportes, impressos, áudio-visuais ou multimedia, incluindo os usados como material de propaganda e meios de comunicação e transporte, sendo a isenção efectivada através do exercício do direito à
restituição do imposto;
h) Imposto sobre o valor acrescentado nas transmissões de bens e serviços em iniciativas especiais de angariação de fundos em seu proveito exclusivo, desde que esta isenção não provoque distorções de concorrência.

 

O MRB desafia todos os Portugueses, e afirma que “podem, a partir de agora, todos os cidadaos portugueses associar-se a ACÇÃO POPULAR, por nos intentada, demonstrando dessa forma uma vontade inequivoca em alterar a Lei de Financiamento dos Partidos Políticos, e com isso acabar com a injusta, ilegal e inconstitucional descriminacao que existe a nivel de tributacao do patrimonio entre os Partidos Politicos, os Cidadaos e as Empresas de Portugal“.

E o leitor, vais ficar de fora?

 

Consulte aqui a acção popular apresentada em Julho:

05 Oct 10:01

Partidos políticos receberam 76 milhões de euros da Assembleia da República nos últimos 4 anos

by Rui Cruz

Sabia que a Assembleia da República está obrigada a dar um valor a cada partido por cada voto que esse partido tem? Conheça os valores que os partidos usufruem.

A Lei 19/2003, que regula o financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais, prevê no seu artigo 5º que os partidos recebam um valor por cada voto que os Portugueses paguem.
Assim, ao votar, está a contribuir para que esse partido ganhe dinheiro – que é usado pelo partido sem qualquer vigilância ou controlo, tendo em conta que são entidades privadas.
Ter um partido é, por isso, bastante lucrativo: quantos mais votos tiver, mais dinheiro tem.

Segundo a lei referida, “[a] cada partido que haja concorrido a acto eleitoral, ainda que em coligação, e que obtenha representação na Assembleia da República é concedida, nos termos dos números seguintes, uma subvenção anual, desde que a requeira ao Presidente da Assembleia da República“. A lei indica ainda que a forma de pagamento é “numa quantia em dinheiro equivalente à fracção 1/135 do salário mínimo mensal nacional por cada voto obtido na mais recente eleição de deputados à Assembleia da República“.

 

ar exterior11 Partidos políticos receberam 76 milhões de euros da Assembleia da República nos últimos 4 anos

 

O Tugaleaks obteve os valores oficiais que a AR distribuiu aos deputados.
Em resumo, nos últimos 5 anos foram pagos a partidos um valor 76,590,705.16EUR. Os valores estão a dercescer, tendo em conta os níveis de abstenção, mas antecipa-se que em 2014 os valores se situem nos 14,853,458.24EUR.
O PSD foi o partido que nos últimos cinco anos recebeu mais verba, um total de 29,072,562.76EUR seguido do PS com 25,029,673.05EUR.

 

subvencoes partidos 2011 2014 Partidos políticos receberam 76 milhões de euros da Assembleia da República nos últimos 4 anos(clique mara ampliar)

 

Ainda segundo a AR, todos os partidos “receberam a subvenção a que tinham direito, não se tendo registado qualquer caso de não solicitação de subvenção“. Ou seja, se os partidos quisessem, podiam abdicar desta subvenção.

Há um ano atrás Marinho Pinto disse em entrevista á TVI que cada voto valia 3EUR, tecendo duras críticas aos partidos. Na altura,d ice que “por isso é que os partidos ficam em pânico quando se fala em abstenção”.

02 Oct 09:20

Reunião secreta na GNR para abafar o uso de um carro de patrulha para fins pessoais

by Rui Cruz

O caso foi há alguns meses noticiado no Tugaleaks e deu origem a um processo de averiguações interno na GNR. Um serviço de “Taxi da GNR”, pago pelos Portugueses.

Noticiado pelo Tugaleaks em Julho deste ano, o uso de um carro da GNR deu que falar e deu ainda origem a um processo de averiguações. Dois guardas da DT Carcavelos em patrulha numa auto-estrada foram retirados do seu serviço regular de patrulha para irem ao encontro do Tenente Coronel Leal Gouveia e da esposa, na antiga fábrica da Lusalite. Um desvio de praticamente 30km para transportar o Tenente Coronel e a esposa. Curiosamente, o transporte ocorreu num dia de chuva o trajeto foi até o carro do Tenente Coronel, que terá alegadamente seguido viagem até casa.

Na altura, a GNR afirmou ao Tugaleaks que “[n]o atinente aos factos descritos e que dão conta do transporte do Oficial identificado e da sua esposa, foi instaurado pelo Comando de Lisboa processo interno no sentido de averiguar as circunstâncias em que o mesmo foi realizado“.

O Tugaleaks sabe que os militares envolvidos e a sua Comandante, M. S., vão ser ouvidos para a semana pela GNR, para dar continuidade ao processo instaurado pelo Comando de Lisboa.
No entanto, existiu uma alegada reunião entre o Tenente Coronel e a Comandante, com vista a alterar os factos descritos e torna-los mais favoráveis aos oficiais.

 

guarda nacional republicana 11 Reunião secreta na GNR para abafar o uso de um carro de patrulha para fins pessoais

 

Na alegada reunião, tida no início da semana passada no Comando de Lisboa, na Calçada do Combro, esteve presente a Comandante do Destacamento de Trânsito de Carcavelos e o Tenente Coronel Leal Gouveia. Desta reunião, onde as alegadas perguntas que iriam ser feitas para a semana já eram do conhecimento de ambos, foi preparada uma alteração à versão “original”, contada no nosso artigo em Junho passado:
– Não houve uso de veículo para fins pessoais, mas sim para prestar socorro a um superior hierárquico e camarada: devido ao peso do Tenente Coronel, que segundo uma fonte assume-se ser de 120kg ou mais, a estratégia será a de fazer ver que a viatura foi prestar o auxílio ao Tenente Coronel. No entanto, não existiu qualquer intervenção do INEM e a patrulha deixou o Tenente Coronel ao pé do seu carro, particular, depois de percorrer 30km e sair da sua rotina, habitual e obrigatória, do patrulhamento da auto-estrada. “Se o Tenente Coronel estava doente ou com algum problema de saúde, não se chamava a GNR, chamava-se o INEM” diz-nos uma fonte que teve conhecimento dos factos.
– A ordem não foi dada como os militares perceberam: por telemóvel, existiram alegadas ordens para ir buscar o Tenente Coronel tendo sido dado o número de telefone deste ao responsável da patrulha. No caso da ordem ter sido mal dada, ou interpretada mal, questiona também a mesma fonte,  “porque é que não houve processo disciplinar, quer antes da notícia no Tugaleaks ou quer mesmo depois desta acontecer“?

Após esta reunião, os três militares – uma pessoa no rádio que deu a alegada ordem a mando da Comandante e os dois militares envolvidos na patrulha – foram notificados para comparecerem na GNR, em Santa Apolónia, Lisboa, na próxima semana para serem ouvidos. Na mesma “notificação”, foi-lhes alegadamente indicado o “teor” do seu depoimento e como deveriam “contar” os factos.

 

Sobre os presumíveis crimes de coação, peculato e abuso de poder, a GNR nada disse, tendo esta sido questionada há uma semana atrás.
O mesmo silêncio foi recebido pelo nosso órgão de comunicação social pela Polícia Judiciária Militar, questionados na mesma altura da GNR.
A Comandante, contactada pelo Tugaleaks por telefone, não se mostrou disponível para comentar o caso.

 

A única reacção não oficial vem de uma outra fonte, que nos conta que a comandante “anda de mau humor nos últimos dias“. Não conseguimos imaginar nem iremos especular sobre o motivo para tal estado de espírito.

 

09 May 14:43

#Humor #Portugal ...

03 Oct 14:55

"Europe Weekly": tensão nas audições aos comissários europeus

Nesta edição do "Europe Weekly", que faz a revisão da atualidade europeia da semana, destacamos a tensão pela qual passaram os novos membros da…