Shared posts

19 Feb 12:33

Shaft deverá ganhar um novo reboot nos cinemas

by Mau Faccio

ads_shaft

O “BADMODA…” que faz todas as mulheres delirarem, deve retornar aos cinemas depois de 15 anos. Um novo reboot de “Shaft” está sendo desenvolvido pela New Line Cinema, e deverá ser produzido por John Davis, que produziu “O Predador” original de 1987 e mais recentemente produziu os filmes “Eu, Robô” de 2004 e “Poder Sem Limites” de 2012.

O primeiro “Shaft” foi lançado em 1970 e tinha Richard Roundtree no papel do detetive, mais tarde ele fez uma ponta na versão de 2000, que trouxe Samuel L. Jackson como um sobrinho do John Shaft original.

Segundo as informações coletadas até agora, Jackson não deve retornar para o papel de Shaft, este será entregue a um outro ator, que ainda não foi escolhido.

O filme de 2000 ainda tinha no elenco Christian Bale (Trilogia Batman), Elizabeth Banks (Jogos Vorazes) e Toni Collette (Sexto-Sentido) o filme chegou a arrecadar 70 milhões de dólares na época, só nos Estados Unidos.

Via TheWarp


Mau Mau: SHUT YOUR MOUTH!!!

.

Ei nerd! Siga o Jovem Nerd no Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, foi o Azaghal que mandou!

.

13 Feb 07:11

A Força está com a tripulação da ISS

by Caio Diniz

ISS

A foto acima é o poster oficial da 45ª expedição à Estação Espacial Internacional, ou como é melhor conhecida mundialmente, ISS. E sim, os astronautas Scott Kelly, Mikhail Korniyenko, Oleg Kononenko, Kimiya Yui, Kjell N. Lindgren, e Sergey Volcov estão posando como Jedis. Pensa o quão maneiro é isto.

A parte mais legal ainda, é que não é nenhuma surpresa eles fazerem isso, já que expedições anteriores também tiveram outros temas relacionados ao mundo nerd. Como…

Firefly

O Guia do Mochileiro das Galáxias

Cães de Aluguel

E claro, Star Trek

Basicamente, a cada expedição é uma referência nova.

Se lembra de quando criança você achava que ser Astronauta parecia FODA demais? Pois era mesmo.

 

10 Feb 06:09

Noé da Facul

Ivens Marques

AUHSDFUILAHFAS

30 Jan 07:34

Harley Quinn canta Total Eclipse of the Heart

by Caio Diniz

Ou como ela mesmo disse na sua versão “Total Collapse of the Bat“, que faz muito mais sentido nesse universo, não é mesmo?

Se você não faz ideia do que seja isso, dê play no vídeo e acompanhe a tirinha criada pelo artista AxelMedellin.

E chama sua mãe para ver porque com certeza ela gosta dessa música.
 


Collapse Bat

Você ficará com essa melodia na cabeça pelo resto do dia agora. Não precisa me agradecer.

 

05 Jan 15:54

Novo trailer de “Snoopy & Charlie Brown – Peanuts, O Filme”

by Mau Faccio

ads_snoopy

O longa é baseado nas tirinhas criadas pelo cartunista norte-americano Charles Schulz e foram publicadas de maneira inédita de 1950 até 12 de fevereiro de 2000, quando Shculz faleceu.

Peanuts ou no Brasil também conhecido como Minduim, foi uma das tiras mais populares e influentes da história da mídia. No seu ápice, Peanuts aparecia em mais de 2600 jornais por dia, com um número de leitores estimado em 355 milhões em 75 países, e foi traduzido para 40 línguas.

O filme será lançado em dezembro de 2015 no Brasil.

Via Fox


Mau Mau teve um flashback com o jogo do Snoopy para o Atari agora…

.

Ei nerd! Siga o Jovem Nerd no Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, foi o Azaghal que mandou!

.

20 Jan 19:44

Sempre que vamos olhar o celular de madrugada

by Caio Diniz

Esse dia ainda chegará…

Faróis

O dia em que olhar aquela mensagem de um grupo inútil que você nem sabe porque participa, irá salvar uma cidade sitiada por orcs

 

18 Jul 11:18

A bela dança das motos entrelaçadas.

by Zanfa

Ah, que beleza de movimentos!

Race-accident

06 Jan 12:26

Scarlett Johansson confirmada na adaptação de Ghost in the Shell

by Mau Faccio

ads_lucy

Temos duas confirmações importantes hoje, a primeira é que Ghost in the Shell finalmente será adaptado para os cinemas, e a segunda, é que Scarlett Johansson deve assumir o papel principal como a policial Motoko Kusanagi. O longa será produzido pela Dreamworks.

O filme será baseado no manga de Masamune Shirow dirigido por Rupert Sanders, responsável pelo filme Branca de Neve e o Caçador, e produzida por Steven Paul, Avi Arad e Steven Spielberg os fundadores da Dreamworks.

Ghost in the Shell está há anos tentando ganhar uma adaptação nos cinemas. O mangá já ganhou várias animações durante os anos, a mais conhecida foi lançada em 1995.

Via Variety


Mau Mau: obrigado pela graça alcançada!

.

Ei nerd! Siga o Jovem Nerd no Twitter, Facebook, YouTube e Instagram, foi o Azaghal que mandou!

.

09 Jul 03:01

[Review] Você tem que jogar: Child of light

by Bruna
Ivens Marques

QUERO MUITO
35$ na Steam. Primeira promoção real eu compro

Olá, pessoal! Sou Bruna (também conhecida como Tsu), sua nova colaboradora de games! Vou trazer Reviews e novidades todas as semanas a partir de hoje. Estou sempre de olhos atentos às criticas e sugestões que vocês fazem, portanto fiquem a vontade, tirem os sapatos, entrem e vamos trocar ideias! Começando com o pé direito, aqui está o Review do maravilhoso Child of Light (aplausos!):

Depois da overdose artística de Rayman Legends, a Ubisoft Montreal novamente presenteia nossos olhos com o belíssimo Child of Light. Utilizando a UbiArt, ferramenta usada na criação de Rayman (que permite que o jogo seja feito como a arte conceitual), Child of Light é inspirado nos bons e velhos JRPG’s (como Final Fantasy, Persona, Grandia & cia).

childoflight

Child of light é o que acontece se você juntar elementos de RPG (como as tão amadas turn-based battle e o sistema de evolução dos personagens) com side-scroll. Apresenta um nível de dificuldade baixo para quem já esta acostumado com o sistema de batalha por turno, mas em compensação a jogabilidade fluida ajuda a criar alta imersão, fazendo você ficar horas voando pelo cenário (Aurora, a protagonista, voa!) ou treinando só para poder lutar de novo e de novo, montando novas táticas para vencer o inimigo.

História

Vitrais ilustrando a história

Vitrais ilustrando a história

Ilustrado por vitrais lindos e com uma narradora recitando poemas/rimas, na introdução nos é contado o drama familiar passado na Áustria em 1985, na qual a rainha desaparece, e logo após, Aurora, a princesa, fica muito doente, com o corpo gélido como se estivesse morta. A personagem acorda em um mundo diferente do seu, Lemuria, lugar que parece ter saído dos sonhos, onde criaturas estranhas e seres de outras raças convivem não mais em harmonia devido à escuridão que reina neste mundo.
Aurora, com a ajuda de valiosos amigos que encontra pelo caminho, deve descobrir uma forma de voltar ao seu mundo. Para isso, precisa recuperar as estrelas, a lua e o sol de Lemuria, e trazer novamente a paz ao reino, que está tomado pelas sombras. Só assim ela poderá retornar para junto de seu pai, que ficou muito doente após ela ter entrado em coma/morrido (fica livre a interpretação), e só o amor de sua filha poderá o fazer melhorar (OH <3). Aurora e seus companheiros devem enfrentar seus medos e superar as dificuldades juntos para completar seus objetivos (é como se fosse uma mistura de “A Bela Adormecida” com “O Mágico de OZ”).

http://www.youtube.com/watch?v=TBsbLsiBWpI

Sistema de batalha frenético e viciante

Para quem tem um caso de amor com a nostalgia e sente falta dos clássicos RPG’s ao estilo japonês, Child of Light mata um pouco dessa saudade. Nas batalhas, há uma barra que mede o tempo do turno do jogador, e é dvidida entre espera e ato, que pode ser manipulada de acordo com a tática de cada um. Por exemplo, pode ser usado o Igniculus (um tipo de vagalume em forma de bola que emite luz e acompanha a personagem na jornada) para atrapalhar os inimigos com sua luminosidade – os inimigos são da escuridão, e a luz os deixa atordoados, diminuindo sua velocidade na barra.

Screenshot de uma batalha contra um inimigo comum

Screenshot da batalha contra um inimigo comum

Cada personagem e inimigo possui uma velocidade específica (o que me deixa um pouco triste da Aurora ser criança nessas horas, já que sua velocidade realmente parece se dar por suas pernas curtas).
Na hora do “ato” (cast) o player pode escolher entre agir (ataque físico, ataque mágico ou defesa), fugir, usar items ou trocar de grupo durante a batalha, o que torna a luta bastante agitada, no quesito de ficar trocando de party para curar, usar magia elementais, dar buffs, etc, e não ficar só apertando um botão repetidamente para atacar, deixando a monotonia para trás (noticia boa para aqueles que lembram das varias horas dedicadas em Final Fantasy em ficar só apertando um único botão para treinar…).

Evolução de skills

O sistema de evolução de habilidades varia de acordo com cada personagem. Ele dá ao jogador a possibilidade de escolher qual caminho deseja focar, apesar de as vertentes serem bem mistas, variando de acordo com a estratégia de cada player. Por exemplo, na Aurora podem ser seguidos três caminhos distintos, um focado mais em força bruta e ataques físicos, outro em magias de luz simples e o terceiro em magias de luz fortes e contra-ataques. A cada level alcançado, é adquirido um skill point, que será usado para avançar um ponto na “skill grid” do personagem.

Sistema de evolução de skills - semelhante a sphere grid de FFX

Sistema de evolução de skills – semelhante a sphere grid de FFX

Arte e movimentação

A arte… Ah! A arte… É certamente um dos pontos altos do jogo. Passar horas voando (voar voar, subir subir, ir aonde for…) só admirando cada pequeno detalhe dos cenários, até a mísera casinha no meio do nada, com bichinhos se escondendo entre as moitas ou as cercas, é quase uma terapia. Apesar de não poder interagir com taaantas coisas assim, só de alguém ter se preocupado em colocar esses detalhes já basta para a nossa alegria.

Parte de um dos cenários incríveis do jogo

Parte de um dos cenários incríveis do jogo

Lembra um livro infantil lúdico e aquarelado, variando as tonalidades das cores de acordo com os locais: cores frias e mais escuras para locais perigosos ou cenários dramáticos e tristes; cores quentes e vivas para locais amigáveis. Mas nada se destacando mais que o cabelo vermelho/rosa intenso da Aurora. A Ubisoft contou com a ajuda do Cirque Du soleil para adicionar o aspecto teatral para os movimentos e para as críticas na criação do figurino dos personagens.

E ninguém mais ninguém menos que Yoshitaka Amano, responsável pelo concept art de Final Fantasy, fez uma ilustração para Child of Light também! L-I-N-D-A demais!

A arte de Yoshitaka Amano para Child of Light – AMAZING!

A arte de Yoshitaka Amano para Child of Light – AMAZING!

(Bela equipe, não?).

Girl Power

Tem todos elementos que um conto de fadas deve ter. Como comentado, é como se fosse a adaptação de “A Bela Adormecida” originalmente escrito por Giambattista Basile, tendo como versão mais conhecida a dos irmãos Grimm e da Disney. Aurora, a menina que dorme profundamente e deve ser salva. Porém não é um príncipe que fará o papel principal desta vez, e sim ela mesma, que deverá ser a heroína da história, lutando com uma espada (que é maior que sua altura) contra os monstros sombrios e aranhas gigantes (argh!) que atormentam o reino de Lemuria. GO, GIRL, GO!

Narração e diálogos em forma de poemas/rimas

Os desenvolvedores queriam que o jogo fosse uma “poesia a ser jogada”, e acertaram em cheio. Além da arte combinar perfeitamente com as músicas de forma orgânica e sensível, o jogo é todo contado em forma de poemas, e os diálogos também não são diferentes. Cada frase falada no jogo é rimada de alguma maneira, como quando tentamos abrir uma porta em algum lugar aleatório do mapa e ela está fechada, logo surge:
Aurora: “It’s locked”
Igniculus “I’m not shocked”

Dialogo entre os personagens

Dialogo entre os personagens

OST

A trilha sonora é composta por Cœur de Pirate, uma jovem foda talentosa traz músicas absurdamente lindas em piano que traduzem a personalidade da protagonista – algo mais sublime, puro e alegre para Aurora, enquanto a vilã recebe uma musica mais sombria e intensa. A trilha fecha tão maravilhosamente bem com o estilo artístico, que fica difícil ouvir as musicas com outra imagem em mente que não sejam formas fluidas pintadas com aquarela. Nas boss fights, as músicas se tornam mais intensas, tocadas por orquestras, contando até mesmo com aqueles vocais mágicos que tornam as músicas muito mais incríveis (“Poem to everyone’s soul” de Persona e “One Winged Angel” de FFVII são provas incontestáveis disso).

Para mais detalhes sobre o processo de criação das musicas, dá uma olhada nesse vídeo:

http://www.youtube.com/watch?v=W-rTXUxDkE8

Colecionáveis e side-quests

Apesar da pouca variedade de colecionáveis, há uma grande quantidade dos mesmos espalhados pelo mapa. São eles: 16 Confissões (folha de papel que fica voando no ar e contém fragmentos perdidos de histórias de Lemuria), 40 Stardusts (esferas sortidas que aumentam status do personagem escolhido) e mais de 300 Baús, com itens sortidos dentro. Dá pra perder dias procurando cada um dos baús. Eu mesma acredito que tenho em torno de 30 horas de jogo (incluindo treinos) e ainda não achei todos colecionáveis, então VAMOS QUE VAMOS!

sidequest_childoflight
Fora isso, se você deseja passar mais algum tempinho curtindo o jogo, ainda há algumas side-quests espalhadas pelo mapa. São poucas e relativamente rápidas, mas esperamos que a Ubisoft seja boazinha e lance mais em DLC ou algo do tipo. Há também um outro chefe secreto no jogo – que pode passar batido pelo jogador se o mundo não for bem vasculhado até o ultimo cantinho do mapa.

Co-op

Child-of-Light-Gets-More-Details-About-Battles-and-Co-Op-Mechanics

O jogo conta com a opção co-op (cooperativa). O segundo jogador pode controlar Igniculus, um vagalume (a.k.a uma bola de luz que os personagens chamam de vagalume) que ajuda Aurora a iluminar os locais, atrapalhar inimigos no cenário e nas batalhas ou até mesmo curar a protagonista e seu grupo. Exige bastante sincronia da dupla nas batalhas contra os chefes, pois Igniculus é indispensável para que o player 1 consiga fazer mais movimentos nos turnos.

Idiomas disponíveis

Se você gosta de jogar na sua língua materna, o jogo vem completamente em português brasileiro. Sim, você leu direito, não são só legendas, e sim diálogos e cenas inteiros, com dublagem e tudo. Chama a sobrinha(o), a filha (o), a aluna(o), a filha(o) do vizinho, e quem mais for para curtir a história junto.

E para quem curtiu muito, vale a pena investir na edição de colecionador:

Edição Deluxe de colecionador. SHUT UP AND TAKE MY MONEY!

Edição Deluxe de colecionador. SHUT UP AND TAKE MY MONEY!

O único ponto negativo do jogo: o tempo passa rápido demais. Virar o jogo requer em torno de 15 à 30 horas – o que é absurdamente pouco para RPGs convencionais – isso se você for aquele tipo de jogador que curte vasculhar BASTANTE. O jogo é curtinho e deixa com aquele gostinho de quero mais. (UBISOFT FAZ OUTRO PELAMOR!).

Child-of-Light-2

Resumindo: é um jogo que te joga na parede e te chama de lagartixa prende e faz você se apaixonar completamente. Vale a pena mostrar para a mãe, pai, irmão, sobrinha, namorado (a), cachorro, pato, enfim, recomendado para todo mundo!

Child of Light foi lançado em 30 de abril de 2014 (29/04 para PS3) e está disponível para compra no XBOX 360, XBOX ONE, PS3, PS4, WII U e PC (via Steam), chegando ao PS Vita quarta passada (02/07). Agora é só jogar!!

11 Jul 16:08

Seconds, nova obra do criador de Scott Pilgrim, chega no Brasil em Dezembro!

by Clarice Dellape
Ivens Marques

oliaaaaa

E aí, já decidiu seu presente de Natal? A mais nova publicação de Bryan Lee O’Maley, o mesmo  autor dos quadrinhos Scott Pilgrim e Lost At Sea, chega em terras brasileiras em Dezembro! A versão original de Seconds tem 366 páginas coloridas, capa dura e custa $20(uns R$50) e já pode ser encomendado previamente aqui. As vendas oficiais começam dia 15 desse mês. A informação foi tirada do próprio Tumblr do autor. Podemos ver em seu Instagram o processo de confecção da obra. A graphic novel também será edita em Francês, Italiano e Espanhol.

seconds-capa

Seconds conta a história de Katie, uma chef de cozinha que está perdida e precisa de uma segunda chance. Então, uma garota misteriosa aparece propondo uma solução mágica para apagar um erro do passado e começar de novo.  Mas voltar ao passado também te possibilita de cometer novos erros que você terá que voltar para arrumá-los, criando um looping infinito, e é nisso que Seconds se baseia.

Como qualquer obra de O’maley, podemos esperar uma arte fofa, roupas descoladas e conflitos da transição da adolescência para a vida adulta. Diferente de Scott, aposto em uma obra um pouco mais sóbria, sem referencias de videogames , com um apelo à mágica que distorce as leis da física e brinca com o universo que vivemos.

Vamos aguardar ansiosamente pela edição e desejar que ela tenha a mesma qualidade que a edição original, assim como nas edições coloridas de Scott Pilgrim. E podem ter certeza que assim que a equipe do GG ter essa belezinha em mãos, vamos fazer uma resenha especial. O site Omelete também já trouxe as primeiras páginas dessa Graphic Novel! Confira aqui!

E ai, vocês estão ansiosos? Quer mais do tio Bryan aqui no Garotas Geeks? Também estão contando os dias pro lançamento? Deixem nos comentários!

secondsk3

 

08 Jul 02:11

Arte Geek da Semana: Isadora Zeferino

by Luiza

A artista dessa semana é a Isadora Zeferino Girl Power junto com ela! É uma carioca de 20 anos que fazia Biomedicina e tratava ilustração como hobby… Depois de se dar conta que gastava rios de dinheiro com concept books, canetas, papeis, marcadores especiais… bom, caiu em si que o talento dela não devia ser desperdiçado e começou a estudar apenas artes!

Entre suas inspirações vindas da Disney, Harry Potter e Legend of Korra, Isadora curte buscar influências nos seus pins do Pinterest, coisas do dia a dia e em blogueiras como a Betty (Le Blog de Betty)! Suas artes são praticamente todas feitas tradicionalmente mas tem algumas digitais, veja só:

laracroft

brancadeneve

hermione

ladyloki

laracroft

malevola

malffoy

melisandre

merida2

merida

princesasdadisney_elsa_ariel_brancadeneve_pocahontas

sansa

Curtiu? Você pode seguir seu trabalho na sua fanpage, behance ou instagram :D

Quer participar? Indicar alguém? Mande email para luiza@garotasgeeks.com

10 Jul 18:36

Japoneses podem fazer qualquer coisa com um problema de geometria

by Caio Diniz

Pra que achar a tangente do quadrado do cateto da hipotenusa se você pode fazer isso?

1 japoaTA AI UM PAÍS ONDE AS PESSOAS NÃO TEM LIMITES

10 Jul 10:59

Mentirinhas #665

by Fábio Coala

mentirinhas_655Possuídos.

 

O post Mentirinhas #665 apareceu primeiro em Mentirinhas.

09 Jul 08:15

Ficando bêbado com Brasil 1x7 Alemanha

30 Jun 01:05

Os itens mágicos mais aleatórios de D&D – Parte 1

by Alice

O bom e velho D&D (Dungeons&Dragons) está cheio de monstros e coisas legais, mas vez ou outra encontramos algumas maluquices escavando livros antigos. E às vezes encontramos muitas maluquices de uma vez só! Para aumentar o nível de zoeira da sua campanha, que tal usar os itens mágicos abaixo? Inspiração através desde post do IO9.


1- Anel da contrariedade


Seu portador é forçado a discordar de tudo e todos. Sim, é um item mágico para trollar os outros…

Ring_of_contrariness

“Julinho Falamanza, o ladino, presenteia a bela filha do taverneiro com um anel de pedras que encontrou em seu último saque. Lisonjeada, a moça prontamente o veste em seu dedo médio. Julinho a corteja:
- Ora, achei que lhe caiu muito bem!

Com um encantador sorriso em seu rosto, a dama lhe responde:
- Não, você não achou.

Julinho expressa um olhar confuso, franzindo as sobrancelhas. Seu companheiro de batalhas Carlão, o meio-orc, se aproxima do bar naquele mesmo momento e pede uma cerveja à jovem:
- Me vê uma cerveja, que quero encher a cara hoje!
- Não quer não.
- Como não quero, mulher?! Estou com sede!
- Não está coisa nenhuma.

Julinho tenta remediar a situação, olhando bravo para o meio-orc:
- Minha donzela, perdoe a má educação de meu amigo. Talvez realmente seja hora dele se retirar, não deve estar com tanta sede assim.
- Sim, ele está com sede, e não é hora dele se retirar.

Ainda mais confuso, Falamanza retruca novamente:
- Bem, se ele não a incomoda, então acho que não há problemas em ficarmos aqui, certo?
- Não… há problemas sim.

Julinho e Carlão vão embora da taverna, achando que não entendem nada sobre mulheres.”

Podemos ver também um exemplo prático em video numa das minhas sketches favoritas de Monty Python:

http://www.youtube.com/watch?v=2YCmIKS-8RY


2- Espada da fartura

Personagens que utilizam este encanto para revirar a terra antes de plantar um terreno recebem um bonus de +3 de proficiência em agricultura durante aquele ano inteiro. A utilidade disso numa campanha é realmente incrível (NOT).

chico_bento

“Desolado com a atitude da donzela na taberna, Julinho segue à próxima cidade na companhia de Carlão e Astolfo – seu burrinho. Descobrem que há um grupo de saqueadores por perto e o senhor feudal da cidade oferece uma recompensa especial para quem resolver o problema: uma espada encantada, relíquia da família daquele feudo. Com os olhos sedentos pela recompensa, decidem procurar o tal grupo.
Após três noites observando o acampamento, a dupla resolve atacá-los durante a noite, numa perigosa batalha contra cinco homens armados com facões. Apesar da vitória, Julinho se fere gravemente quando flanqueia o líder, e Astolfo – o burro – tem uma de suas patas quebradas. O ladino sente a dor pulsante em seu abdômen, mas mantem-se são pensando na recompensa que os espera. Carlão o leva em seu ombro e ajuda Astolfo a cavalgar até o feudo, num longo trajeto.
O Senhor Feudal os recebe com lágrimas nos olhos, dizendo palavras bondosas de como a dupla se tornaria os heróis da região pelo auxílio prestado. Pede para seus ajudantes buscarem um baú adornado e retira a relíquia, entregando-a aos dois.”

enxada


3- Paleta de identidade do Bell

A paleta mágica permite que, após o mago pintar um auto-retrato com ela, todos os status negativos recebidos como resultados negativos de testes de reflexo sejam transferidos para a pintura (alguém andou lendo muito Dorian Grey). Não me pareceria um item tão inútil, mas o problema é que o portador deve sempre levar a pintura junto dele, ou os efeitos não são transferidos.

art_atack

“Exausto, Carlão cai no chão após correr por quilometros com Julinho e Astolfo em seus braços. Reclama algo indecifrável em Orc na mata escura, olhando com uma face irritada para seu colega. O ladino retruca:
- Se não queria ser perseguido, não deveria ter xingado o Senhor Feudal e quebrado aquela relíquia idiota! Poderíamos até usar aquela enxada para criar uma fazenda, acho que Astolfo iria gostar…
- Cale a boca, humano!

Os dois se silenciam ao ouvir passos se aproximando. O vulto de um velho se torna lentamente decifrável. Carregado com uma mochila, panelas e o que parece ser um quadro, o velho os avista:
- Olá, viajantes. Por acaso teriam alguma ração sobrando?

Em troca de ter seus ferimentos (e os de Astolfo) curados, Julinho cede parte de sua comida para o clérigo de nome Bell. Conversam por horas e decidem seguir a jornada com o novo companheiro, que pode lhes auxiliar eventualmente. Porém a manhã lhes recebe com um cheiro de fumaça, acordando a todos. Julinho e Carlão se surpreendem ao ver Bell partir diretamente para a frente do fogo, buscando encarar o que quer que tenha causado o incêndio.
Avistam ao longe um mago com as roupas e brasão do feudo anterior, e gritam para que o velho saia de lá por ser um alvo fácil. Bell diz o que seriam suas últimas palavras:
- Não se preocupem, companheiros! A pintura que trago tem o poder de..

CABRUUUUM! Um forte trovão atinge o pobre mago em cheio, tranformando-o em cinzas. Os jovens reparam que a pintura que Bell falava havia caído de sua mochila quando se levantou. Decidem correr novamente para longe dali, deixando os restos do velho para trás, e também a pintura.

dorian_grey


4- Abóbora de viagem

É uma abóbora(!) que teleporta quem a estiver segurando. Sim, uma abóbora.

abob

“- Não sei como vamos sair dessa!

O grupo corre do poderoso mago até chegar numa enorme plantação com folhas altas. Julinho pensa que talvez aquela fosse a utilidade da relíquia do Feudo, e imagina a ironia da situação. Reparam que Astolfo para no caminho para comer, e logo o aproximam-se dele com pressa.
- Não é hora para isso, Astolfo!

Assim que Julinho retira a brilhante abóbora do chão para longe de seu cavalo, desaparece num piscar de olhos. Carlão olha para os lados, pensando que talvez já esteja morto e o inferno lhe prega peças, quando o ladino reaparece na sua frente, extasiado:
- Carlão! CARLÃO! Não acredito no que aconteceu!

Julinho deixa a abóbora no chão e olha para suas mãos para ter certeza de que está inteiro.
- Essa abóbora me TELEPORTOU!

Descrente, Carlão pensa que o ladino está lhe fazendo de idiota:
- Tá achando que sou burro só porque tenho sangue orc?! Seu preconceituoso de merda! Como que uma abóbora vai teleportar alguém? Como uma abóbora, e não um pergaminho, uma varinha, uma gema ou sei lá?!

Discutem por alguns minutos, quando reparam que Astolfo não está mais lá, e nem a abóbora. Trocam olhares tristes e desapontados, e sentam um de frente para o outro, abraçando os joelhos e pensando no que deixaram escapar.

abobora


5- Anel da burocracia feiticeira

Quando o portador do anel lançar qualquer feitiço, um emaranhado de papel e uma pena irão aparecer subitamente na frente dele. O conjurador precisa escrever uma descrição do feitiço, o motivo de usá-lo, e por aí vai. Ele precisa preencher o “formulário” antes do efeito acontecer, e quanto mais alto o nível do feitiço, mais difícil são as informações que precisa escrever. Precisa gastar um turno inteiro por nivel da magia para preencher essa porcaria, e aparentemente não existe nenhum benefício nisso.

stapler

“A dupla rapidamente se recompõe quando vêem uma enorme bola de fogo cruzar pelos céus, atingindo parte do matagal onde estão. Sabem que naquelas condições não conseguiriam derrotar o mago, mas lembram de algumas palavras que o velho Bell lhes disse na noite anterior à sua morte:
- Soube de uma coisa interessante que quero testar quando tiver a chance. Recebi este anel há algum tempo, e me disseram que caso encontrasse algum mago poderoso, deveria dar um jeito de fazer ele usá-lo. Não sei bem o que acontece, mas na vila onde estive antes usavam isso para derrotar fortíssimos feiticeiros.

O ladino agradecia a sí próprio por sua cleptomania. Havia roubado o anel de Bell, e diz rapidamente para Carlão que o possui. Bolam um plano de ação rápido para sobreviver ao perigo que os cerca…
Ambos se embrenham na mata e Carlão tenta chamar a atenção do mago, correndo e balançando as folhas. Conjurando feitiços, o oponente mantem-se parado por alguns segundos, tempo o suficiente para o hábil ladino chegar até ele sem ser visto. Prontamente bota o anel no dedão do mago, que se espanta ao ver a situação.
Assim que o anel é colocado, uma chuva de papéis jorra na face do conjurador. Impedido de continuar suas magias, junta a pena e começa a escrever e escrever, numa expressão de extrema fúria. Carlão e Julinho correm novamente, buscando um local seguro, mas desta vez rindo da situação do pobre mago.”

paciencia

Preparem-se que em breve postaremos mais itens malucos! Há algum em particular que deveria ser mencionado? Já jogaram alguma campanha onde tiveram situações engraçadas por causa de itens e encantamentos? =D

30 Jun 14:07

Quero Ver o Papai

Ivens Marques

pior que parece


Gente, que maldade. Mais maldade ainda é eu não conseguir parar de rir do fato desse sapo ser IGUAL a criança!

30 Jun 17:03

J.R.R. Tolkien viveu na época certa

by Caio Diniz

E não teve que passar por problemas do mundo moderno…

0 tolkienCOMO ASSIM MATAM OLIFANTES INOCENTES NESSE LIVRO?????? ABSURDO!!11

30 Jun 11:58

Ai que lindo eles salvaram o animalzinho.

by Zanfa
Ivens Marques

valeu a pena o esforço

Não, pera.

salvar

25 Jun 21:10

Como reconhecer o autor de pinturas clássicas

by Caio Diniz

Não precisa ser um expert para saber quem é o autor de muitas pinturas. Você só precisa reconhecer os pontos de referência…

1 como reconhecerE se o van Eyck estivesse tentando nos avisar sobre algo??????? OMG ILLUMINAITZ

25 Jun 14:00

Reconhecimento Do Gramado

Ivens Marques

Definitivamente é um gramado


É, eu reconheço um gramado quando eu vejo um

24 Jun 14:04

O Segredo De Animaniacs



Uma vida inteira...sem saber disso...=(

27 Jun 07:12

Meu Pedacinho de Molejo

25 Jun 16:04

Torcedores empolgados confusos

by Fernanda Nia Ferreira
Ivens Marques

tem o Seu Jorge tb

 

Mas eu não devia nem brincar, já que eu mesma era bem assim no início da Copa. Agora já decorei todos os nomes direitinho, mas vamos ver quem consegue advinhar que jogadores são esses por como eu os chamava:

  • Neymar
  • Júlio César (ele já tá jogando há umas 15 Copas, já deu pra aprender)
  • O com cabelinho de poing
  • O capitão
  • O com cara de mau
  • O bem parrudinho
  • O outro Neymar
  • O que sempre parece que tá perdido
  • Ué, esse aí eu nunca vi no jogo
  • O menininho
  • O Jafar

Obs.: Essa tirinha foi sugestão da minha agente fofa Gui Liaga.


http://www.comoeurealmente.com/2014/06/como-eu-realmente-vol-1.html


25 Jun 07:56

Como seria se o Deadpool pudesse morrer

by Caio Diniz
Ivens Marques

melior "heroi"

Com certeza, seria algo parecido com isso…

1 deadpool morrendoE morreu

24 Jun 21:25

Kirby, o fura-olho

by Caio Diniz

Toda batalha em Smash Bros, tem seu plano de fundo…

1 smash brosEngole esse plot twist agora

22 Jun 00:24

5 vídeos que provam que a Skynet virá em breve

by Izzy Nobre

Eu vivo falando que adoro viver no futuro. Seja por causa de um serviço de streaming que me permite desperdiçar um dia inteiro de cueca no sofá assistindo House of Cards, ou o poder das telecomunicações instantâneas na palma da minha mão, ou o fato de que muito em breve teremos robôs para atender nossos desejos físicos mais íntimos e incandescentes, até aqui o futuro tá uma beleza. Faltam as hoverboards, mas ainda não estamos em 2015 ainda, então dá tempo.

matel

Vamo agilizar essa porra aí por favor, Mattel?

Mas pouco a pouco começo a reparar nos avanços tecnológicos ao nosso redor e noto indícios funestos de que há algo terrível nos aguarda lá no futuro. As peças estão sendo lentamente encaixadas, e a cada inovação de robótica e inteligência artificial eu sinto um receio pelo futuro da raça humana.

Sei que a ciência promete que esses avanços significam um progresso necessário pra que melhoremos o mundo ao nosso redor, mas temei irmãos: a luz no fim do túnel pode muito bem o olho implacável de um Exterminador, usando seus chips robo-tecnológicos para calcular a explodibilidade dos seus preciosos órgãos internos.

Alguém precisa encontrar estes cientistas e parar suas pesquisas imediatamente. Senão, um dia alguém vai pegar esses vídeos pra montar um documentário explicando como as máquinas surgiram e inevitavelmente se levantaram contra nós.

O quadricóptero autônomo invulnerável

http://www.youtube.com/watch?v=w2itwFJCgFQ

No contexto de “meu deus do céu, um dias estaremos lutando contra essas máquinas pela dominância do planeta Terra”, quadricópteros são os robôs mais assustadores – seu método de locomoção por si só já representa 4 lâminas que te fatiarão feito um peru de Natal, imagina quando colocarem altas metrancas e lança-chamas nessa porra?

Aí cientistas pioraram o negócio, dando inteligência acrobática aos robôs. Este demônio tecnológico pratica hoje o equilíbrio de bastões e copos de água azul pra que amanhã consiga limpar agilmente o campo de batalha dos cadáveres dos nossos irmãos humanos.

Não fosse isso o suficiente, essas porras agora são praticamente invulneráveis.

quad

Este traidor da raça humana demonstra que assim como o T-800, mesmo danificado o quadricóptero segue sua missão implacavelmente, a única diferença sendo que ele perde um pouco de estabilidade e fica girando loucamente (ou seja, sua eficiência em te fatiar aumentou 300%)

quad2

Seus ossos, que já antes não tinham muita chance, oferecerão a mesma resistência que uma batata palha contra as lâminas giratórias da morte deste bot assassino voador.

Nem as nossas melhores tesouras poderão combater a ameaça dos quadricópteros. Já estamos fodidos, e olha que ainda estamos no PRIMEIRO vídeo.

Big Dog, o robô que lembrará de todos os nossos abusos e se vingará sem piedade quando a hora do julgamento chegar

http://www.youtube.com/watch?v=bwa8m8VwhWU

A expressão “mula de carga” como sinônimo de alguém que só serve pra fazer trabalho pesado tem uma conotação negativa por um bom motivo. E em nossa vã soberba, buscamos aliviar nossas próprias costas do trabalho braçal que as quebraria empregado robôs para essa tarefa.

Este é o Big Dog, um projeto da Boston Dynamics de criar um robô que transporte material, munições, ou até mesmo combatentes feridos. E ele vai transportar isso mesmo um dia, só que não vai ser pro nosso lado.

Não bastasse o bicho soar como um enxame furioso de abelhas (imagina que beleza isso será pra moral dos humanos rebeldes…), ele ainda caminha muito similar a um bicho de verdade, o que o coloca bem no meio do Vale da Estranheza.

E eis o agravente, aquilo que garante que o Big Dog jamais estará nas fileiras dos robôs aliados juntos com o Arnold, o Gigante de Ferro e aquela lampadinha da Pixar. Sob pretexto de testar sua estabilidade, seus criadores o chutam impiedosamente.

bigdog

E você está vendo o resultado de possíveis milhões de chutes necessários pra desenvolver o hardware e software a prova de bicudos. Big Dog agora aprendeu a aguentar porrada melhor do que a maioria dos humanos, e nós vamos estar em breve nos arrependendo de dar a ele esta habilidade.

CUPID, o drone eletrocutador 

http://www.youtube.com/watch?v=6f1nCDM9WGY

No departamento menos letal (mas ainda letal, volta e meia alguém toma uma zapeada desses tasers e bate as botas), temos o CUPID, uma sigla imbecil que significa Bla Bla Bla Quem Se Importa Os Criadores Colocaram Qualquer Coisa Aí Pra Traçar Paralelo Com Outra Entidade Voadora Que Atira Em Humanos. Neste vídeo, observe o momento histórico do que pode ser a primeira vez na nossa história em que um ser humano foi atacado por um robô projetado especificamente com função de combate em mente.

“Mas não”, diz o criador apressadamente, “esse robô também serve pra trazer equipamento de emergência, ou ajudar a encontrar uma criança perdida…” e depois o quê, enfiar 80000 volts nela? Não crie um robô projetado para controlar a revolta humana contra as máquinas, e me venha com esse papo furado de “mas há aplicações não-provocadoras de ataques cardíacos pra essa tecnologia, eu juro!”

Aliás, se é pra ir com nome de divindade, faria MUITO mais sentido chamar essa porra de THOR, caralho! Tenho até uma sigla melhor que essa porra aí: Tactical Human Obliteration Robot.

Vixi, fodeu, ajudei eles agora.

O “braço exterminador”, porque desistiram totalmente de disfarçar que essa porra toda resultará em robôs assassinos

http://www.youtube.com/watch?v=_qUPnnROxvY

Já neste vídeo temos um “braço exterminador” sendo beta-testado num humano que as máquinas talvez (talvez!) preservarão como um animal de estimação depois que vencerem a guerra, por sua contribuição no ramo de “desenvolvimento de braços cibernéticos com os quais esmagaremos as traquéias dos humanos”

A programação assassina já está lá. Suponho que devam haver mecanismos de segurança pra impedir que o braço, seguindo seus impulsos robóticos naturais de exterminar humanos, estrangule seu portador com vida própria, igual o Doutor Strangelove. Por exemplo, quando o operador fala sobre  a posição de “apertar mão”, complementada com “this is for shaking hands, this is for being human“, o braço robótico na realidade fez um PUNHO pronto para afundar crânios humanos.

humano

É como se o braço soubesse que o sujeito estava pensando em HUMANOS e já entrou no Battle Mode. Logo em seguida ele demonstra o “dedo gatilho” que muito em breve estará sendo usado para executar você e sua família na revolução robótica:

trigger

Dedo gatilho, que tem funcionalidade dupla pra dizer “venha, seu humano filho da puta”

Novamente: quando você coloca nos presets pré-programados do robô funções assassinas, não me venha com essas chorumelas de que o negócio é pra encontrar crianças perdidas ou pra ajudar um pobre deficiente físico a digitar ou amarrar os cadarços. Vocês estão é possibilitando o holocausto da raça humana.

Cabou tudo mano, fodeu completamente para a nossa raça

http://www.youtube.com/watch?v=diaZFIUBMBQ

Dê adeus à sua namorada/esposa, mande seus animais de estimação pro espaço e se mate logo para poupar tempo. Inventaram aí um robô capaz de basicamente todas as tarefas necessárias pra nos foder total e completamente de forma irreversível.

Primeiro, o robô é capaz de dirigir (e tentou atropelar o cameraman, repare. Robôs não cometem erros, aquilo foi intencional). Depois, ele escala barreiras construídas, digamos, por uma força-tarefa de resistência às máquinas.  Depois ele sobe escadas pra alcançar, suponhamos, uma pequena facção de humanos escondidos em um prédio abandonado. Mesmo que este humanos tenham construído barricadas pra se proteger, não adiantará nada, porque assim como o amor este proto-exterminador remove todas as barreiras.

E não pense que suas portas vão impedir esta força de destruição: este autômato as abre e entra com facilidade, embora precise passar dançando a dança do caranguejo e lembrando, estranhamente, o Bob Sponja.

robo

Não tem porta? Ele fará um buraco na parede, por onde enfiará seu braço indestrutível e esmagará a cabeça de seus filhos.

Não há chance para nós. Estamos fodidos.

18 Jun 21:52

Photo



20 Jun 16:38

A nova cara das Meninas Super Poderosas

by Luiza

Eu estava totalmente cega da vida com o remake de Sailor Moon me deixando triste por causa do look ultra mangá que vai ser a animação ~fiquei #chateada pela Serena ter perdido a identidade de monga e desastrada para ser super adorável com cabelos ao vento AIMEUDEUSQUECUTE. Agora vi que tem o remake oficial das Meninas Super Poderosas. Bem… Gente… Desenho que era da minha infância *e acredito que de muitos leitores dos anos 90 também*, agora será totalmente remodelado em 3D!

“A franquia original das “Meninas Super Poderosas” foi um fenômeno para o Cartoon Network, pavimentando o caminho para uma nova geração de histórias inovadoras e fãs entusiasmados no mundo todo. Estamos chamando essas meninas de volta à ação por causa da demanda de acúcar, tempero e Elemento X.”

disse Rob Sorcher, chefe de conteúdo do Cartoon Network.

Calma, não estou falando daquele remake fail em anime.

ppg_gif_anime

Estou falando… DISSO:

meninassuperpoderosas_meninas_super_poderosas_cgi

http://www.youtube.com/watch?v=TYOro8j6Mmg

Achei engraçado porque elas por si só tem cara de ilustrações no estilo dos conceitos da Disney que todos nós estamos familiarizados a ver hoje em dia – esse tipo de pinturinha chapada com linhas com textura e mega simples. Ver assim em movimento é bacana! É um 3D sem aquela cada bizarra de 3D Pocoyo da vida. PLMDDS né. Mas e essa franjinha pro lado da Florzinha? E esse cabelo modernoso da Docinho? HEHEHE! Só achei a Lindinha muito descabelada.

Liberaram mais uma espiadinha do que está por vir:

http://www.youtube.com/watch?v=U9GdjwWdrsY

O Cartoon Network está super investindo nesse reboot e tem até uma apresentação com música do ex-Beatle Ringo Star:

http://www.youtube.com/watch?v=WySv3gDusiw

No final… Não me incomodou tanto como a versão de Sailor Moon, afinal já fazem trocentos anos e o Cartoon Network quer reapresentar essas heroínas que todos amamos aos novos telespectadores e ainda alcançar um público que vai assistir pela nostalgia

Eaí, o que vocês acharam afinal? Vai ao ar nos Estados Unidos APENAS em 2016!!! Resta esperar para tirar as conclusões...! SERÁ QUE VÃO REBOOTAR O LABORATÓRIO DE DEXTER TAMBÉM *-*??

meninassuperpoderosas_meninas_super_poderosas_cgi

P.s. Meninas Super Poderosas sempre estarão no meu coração como na imagem acima

20 Jun 14:05

Melhor Drible Da Copa



Opa! Calma aí jovem

20 Jun 14:04

Gol Do Japão


Gol desu...pqp!